archive-br.com » BR » A » ABRAFRIGO.COM.BR

Total: 460

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Substância inibe infecção por mal da vaca louca | Abrafrigo
    artigo publicado na revista Science Translational Medicine Quando as proteínas que formam os príons sofrem mutação elas podem infectar o cérebro e causar uma doença neurodegenerativa rara muitas vezes fatal como a EEB em vacas ou a nova variante da doença de Creutzfeldt Jakob nvMCJ em seres humanos Estes agentes infecciosos se multiplicam desencadeando nas proteínas saudáveis uma reação de aglutinação que provoca a formação de longas cadeias de fibras muito tóxicas para os neurônios Os pesquisadores testaram uma ampla gama de politiofenos em ratos infectados com príons para determinar quais os mais eficientes em matéria de neutralização e conseguiram criar novos politiofenos com capacidades aumentadas de bloqueio minimizando os danos ao cérebro O politiofeno mais promissor que prolongou a vida dos infectados em mais de 80 foi testado contra duas matrizes de príons e parece ter agido desde as primeiras fases do fenômeno de aglutinação segundo os pesquisadores do Instituto de Neurologia da Universidade de Zurique Suíça e do Instituto de biologia e química de proteínas da Universidade de Lyon França De acordo com eles esta descoberta pode permitir a criação de uma nova classe de medicamentos O primeiro diagnóstico de EEB foi feito no Reino Unido em 1986

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/substancia-inibe-infeccao-por-mal-da-vaca-louca/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive


  • Mato Grosso pretende criar comitê para discutir fim da vacinação contra aftosa | Abrafrigo
    ação para preparar o estado para a retirada da vacinação contra a febre aftosa Em nota a Famato argumenta que a discussão sobre o fim da vacinação contra a doença é uma tendência no Brasil e em outros países da América do Sul Uma das vantagens é conquistar outros mercados consumidores com rigorosas exigências sanitárias como a Austrália e o Japão contribuindo para aumentar a receita e o volume das exportações Mas para isso Mato Grosso precisa estar com os órgãos de defesa sanitária preparado para garantir maior segurança ao rebanho bovino diz a entidade na nota O assunto foi discutido com representantes da Associação dos Criadores de Mato Grosso Acrimat Fundo Emergencial de Saúde Animal Fesa Superintendência do Ministério da Agricultura e Pecuária em Mato Grosso SFA MT Associação dos Criadores de Suínos Acrismat e Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso Indea MT A reunião foi uma prévia para alinhar as informações que devem ser levadas para um encontro com o grupo técnico de sanidade animal da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil CNA dia 19 de agosto em Brasília Conforme a Famato Mato Grosso não registra foco da doença desde 1999 O último episódio de

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/mato-grosso-pretende-criar-comite-para-discutir-fim-da-vacinacao-contra-aftosa/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Governo quer estimular pecuária intensiva | Abrafrigo
    Diário Oficial da União em edição extraordinária a Lei 13 158 que muda os objetivos do crédito ao produtor O texto assinado pelos ministros da Agricultura Kátia Abreu do Meio Ambiente Izabella Teixeira e do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias além da presidente Dilma Rousseff deixa claro que a intenção é substituir o sistema extensivo de criação predominantemente a pasto pelo sistema intensivo que privilegia o confinamento ou a criação de gado em espaços menores e em alternância com lavoura pecuária e floresta Em nota o Ministério da Agricultura afirmou que a Lei tem o objetivo de reforçar itens já apoiados pela política agrícola e que a mudança na legislação visa a fortalecer programas como o ABC que estimula a produção sustentável com a adoção do sistema de integração lavoura pecuária floresta e a recuperação de pastagens degradadas O Ministério ainda lembrou que esse programa tem limite de financiamento de R 2 milhões e taxas de juros entre 7 5 ao ano e 8 ao ano Reação O presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos Abrafrigo Péricles Salazar celebrou a decisão do governo O objetivo é incentivar a pecuária em um espaço menor e neste sentido tem nosso apoio Só acho que veio um pouco tarde diante do fechamento de frigoríficos e da dificuldade de oferta de animais disse Salazar argumentou que o Brasil vive uma crise de oferta de animais em função de abates de matrizes no passado além da migração de produtores para outras atividades Diante desse quadro a Abrafrigo já vinha demandado do governo a criação de um plano de desenvolvimento da pecuária relatou A Frente Parlamentar da Agropecuária FPA divulgou nota de apoio à decisão Além disso o estímulo à pecuária intensiva reduz a pressão sobre as áreas de floresta aumenta a produtividade do setor e concilia economia

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/governo-quer-estimular-pecuaria-intensiva/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Federação rural do Mercosul defende manutenção de vacina contra aftosa | Abrafrigo
    e Pecuária do Brasil CNA uma das representantes brasileiras no grupo Alguns produtores no Paraná já defenderam neste ano a suspensão das campanhas de vacinação contra a doença para que possam pleitear o status de zona livre de aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal OIE sigla para Organização Internacional de Epizootias antigo nome da entidade O governo federal informou recentemente que trabalha para que o país inteiro obtenha o status de livre de aftosa com vacinação da OIE até maio de 2016 A Farm defende que uma eventual suspensão do uso da vacina no rebanho bovino do Mercosul deveria ser analisada com critérios científicos para evitar a volta da enfermidade e impactos sociais e econômicos negativos segundo informou a CNA Esta situação continuidade dos programas de vacinação permitiu o reconhecimento internacional do bloco como livre da aftosa com vacinação e consolidou o Cone Sul como um fornecedor confiável de carne de bovina e ovina para o mundo disse a Farm em posicionamento divulgado em Palermo na Argentina durante a 129ª Exposição de Pecuária Agricultura e Indústria Internacional no fim de julho A entidade defendeu ainda acordo de livre comércio com a União Europeia e que autoridades sul

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/federacao-rural-do-mercosul-defende-manutencao-de-vacina-contra-aftosa/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Rondônia produzirá mais de 500 mil toneladas de carne bovina em 2015 | Abrafrigo
    exportações de carne in natura para os Estados Unidos O anúncio foi veiculado no Portal do Governo do Estado de Rondônia O estado hoje é o oitavo maior produtor de carne bovina do Brasil segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE e este ano 2015 deverá produzir 561 mil toneladas de carne para abastecer o mercado interno e o externo para destinos como Venezuela Rússia e Hong Kong O titular da Seagri Evandro Padovani confirmou a tendência de crescimento observando que esses números não são maiores porque o Estado ainda se recupera da experiência que sofreu em meados da década passada marcada pelo abate em larga escala de suas matrizes e de grande plantel de novilhas em fase de reprodução Padovani disse que em 2014 Rondônia tinha um plantel de 12 750 619 de cabeças de gado Foi um crescimento de meio milhão de cabeças sobre 2013 conforme dados finalizados pela Agência de Defesa Agrosilvopastoril de Rondônia Idaron A pauta de exportações de Rondônia se ampara na carne e na soja que representam 90 de tudo o que é exportado A carne com seus subprodutos ou derivados miúdos couro tripa bucho etc domina 47 do mercado exportador

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/rondonia-produzira-mais-de-500-mil-toneladas-de-carne-bovina-em-2015/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Início de embarques de carne bovina para EUA pode demorar mais que o estimado, diz Minerva | Abrafrigo
    de Queiroz na quarta feira 5 Mas ele acrescentou que acredita que seguramente os embarques serão iniciados até o fim deste ano É importante ressaltar que existe um grande lobby que ainda existe resistência dos produtores dos EUA para que essa abertura não seja concretizada disse Galletti de Queiroz em teleconferência com analistas Portanto existe uma chance de que o processo de abertura seja mais demorado que o inicialmente estimado acrescentou No fim de junho o governo brasileiro anunciou a abertura do mercado dos EUA à carne bovina in natura brasileira com o início dos embarques esperado pela indústria do Brasil para setembro após a visita de técnicos sanitários norte americanos a frigoríficos no país Galletti de Queiroz acrescentou que apesar do lobby contrário de alguns produtores norte americanos há importadores nos EUA favoráveis à abertura ao produto brasileiro O preço do gado lá nos EUA está o dobro daqui Economicamente faz sentido que isso início dos embarques se apresse disse o executivo Estamos vendo aqui internamente movimentos de vários importadores americanos buscando estabelecer relações mais fortes com o Brasil com a gente acrescentou Quando a abertura de mercado for formalizada efetivamente os frigoríficos brasileiros irão competir para exportar dentro

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/inicio-de-embarques-de-carne-bovina-para-eua-pode-demorar-mais-que-o-estimado-diz-minerva/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Demanda cai e tira brilho da carne bovina | Abrafrigo
    problemas em 2015 no segmento de carne bovina um dos poucos do setor de agronegócios que se mantinham com o otimismo em alta no fim de 2014 os primeiros meses do ano foram marcados por algumas frustrações Como observa Adolfo Fontes analista do Rabobank foi o suficiente para colocar em alerta pecuaristas e frigoríficos que já fecharam mais de 40 unidades no país este ano No front externo clientes importantes como Rússia e Venezuela reduziram as compras por conta da baixa do petróleo No doméstico o problema é que a escalada dos preços levou os consumidores a buscarem proteínas mais baratas Essa busca em contrapartida melhorou ainda mais os resultados nas cadeias de frango e suínos e particularmente no caso da carne de frango as exportações brasileiras também têm sido beneficiadas pela proliferação da gripe aviária nos EUA que fez o país perder clientes De qualquer forma ressalva Fontes aberturas de novos mercados para as carnes brasileiras em geral podem levar a resultados ainda melhores para o segmento como um todo já nos próximos meses Mais desafiadoras são as expectativas para o leite diz o analista Andres Padilla também do Rabobank A oferta global cresceu e a demanda da China

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/demanda-cai-e-tira-brilho-da-carne-bovina/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Código Florestal exigirá R$ 25 bi de pecuaristas | Abrafrigo
    em 23 4 milhões de hectares recuando para 159 4 milhões de hectares Em 2010 a área de pastagens somava 182 8 milhões de hectares conforme estimativa do Agroicone Lima lembra que como a tendência é que a agricultura aumente a área plantada nos próximos anos a pecuária será a maior responsável por ceder áreas o que exigirá aumentos de produtividade Atualmente a pecuária brasileira ainda é pouco produtiva se comparada com importantes países produtores de carne como os EUA e a Austrália Pelas projeções do Agroicone os investimentos de R 20 bilhões ao ano elevariam a produtividade média da pecuária brasileira em mais de 50 das atuais 4 arrobas por hectare ao ano para 6 4 arrobas Com isso o Brasil conseguiria ampliar a produção anual de carne bovina de cerca de 10 milhões de toneladas para 15 milhões de toneladas Na avaliação de Lima a intensificação da pecuária é um processo que já vem ocorrendo mas o Código Florestal representa um incentivo No entanto ele adverte que investir R 25 bilhões por ano não é algo trivial Atualmente afirma os pecuaristas já vêm investindo R 16 8 bilhões ao ano em intensificação ou seja o setor teria de aumentar em mais de R 8 bilhões Mas o grande desafio é que precisa de crédito afirma Lima ressaltando que linhas de crédito como o Programa Agricultura de Baixo Carbono ABC terão de ganhar envergadura O diretor da consultoria também alerta para a dificuldade dos produtores de menor porte Hoje da área de 182 8 milhões de hectares de pastagens que existe no Brasil 80 milhões são de uma pecuária ineficiente com produtividade de até 3 arrobas por hectares ao ano A questão é que nesses níveis de produtividade os pecuaristas sequer conseguem recursos para investir em regularização ambiental Pelas

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/codigo-florestal-exigira-r-25-bi-de-pecuaristas/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive