archive-br.com » BR » A » ABRAFRIGO.COM.BR

Total: 460

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Estados promovem seminários preparatórios para adoção do Plano ABC | Abrafrigo
    2 7 e 9 respectivamente de seminários a fim de iniciar o processo de implementação dos Planos ABC Agricultura de Baixa Emissão de Carbono estaduais O plano visa à difusão de tecnologias de produção sustentáveis no setor agropecuário Os seminários buscam mostrar aos produtores rurais associações e instituições como funciona o Plano ABC quais são as tecnologias disponíveis e como elas podem ser usadas nas propriedades de forma a contribuir para a melhoria da qualidade da vida e da elevação da renda do agropecuarista Os planos estaduais contêm o cenário agropecuário das localidades objetivos estratégias áreas prioritárias quantidade de capacitações a serem realizadas e oportunidades de cada região O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento Mapa por meio do Departamento de Sistemas de Produção e Sustentabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo Depros SDC Mapa está trabalhando em parceria com os Grupos Gestores Estaduais GGE para que as unidades federativas elaborem seus Planos ABC estaduais Pará Rondônia Ceará Piauí Sergipe e Paraná também já estão com os planos prontos aguardando apenas a publicação oficial para que sejam implementados Em Alagoas será realizada de 20 a 23 de julho a Oficina de Trabalho para a construção do Plano ABC estadual

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/estados-promovem-seminarios-preparatorios-para-adocao-do-plano-abc/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive


  • ABPA defende constância no ritmo de embarques de cárneos brasileiros para Rússia | Abrafrigo
    ritmo das exportações disse o presidente executivo da ABPA Francisco Turra em nota enviada pela entidade na sexta feira 10 É fundamental consolidarmos a constância dos embarques para um melhor planejamento que beneficiará tanto os exportadores daqui quanto os clientes e consumidores da Rússia completou Turra Turra e o vice presidente de Suínos da ABPA Rui Eduardo Saldanha Vargas encerraram na quinta feira 9 a participação dos setores de aves e suínos na missão brasileira comandada pela presidente Dilma Rousseff em encontro dos BRICS na Rússia A ABPA informou que além do setor de cárneos foram obtidos avanços nas negociações com a Rússia para a abertura do mercado para ovos férteis e material genético avícola do Brasil Trata se de um segmento de altíssimo valor agregado no qual nos consolidamos como plataforma exportadora Temos boas expectativas quanto à viabilização destes negócios disse Turra No fim de maio a Rússia suspendeu temporariamente as compras de carne de dez plantas frigoríficas brasileiras duas delas de suínos e as demais de bovinos A Rússia faz periodicamente avaliações sanitárias de plantas das quais compra produtos cárneos suspendendo importações em alguns casos até que sejam realizadas correções A desvalorização da moeda russa o rublo e

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/abpa-defende-constancia-no-ritmo-de-embarques-de-carneos-brasileiros-para-russia/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • MT pode perder oportunidade | Abrafrigo
    e posterior abate diminuiu em função do elevado abate de fêmeas em 2013 contribuindo para o efeito dominó no fechar das portas dos frigoríficos em 2015 Diante da expansão do mercado consumidor internacional e inoperância dos frigoríficos fica a dúvida Mato Grosso perderá oportunidades de exportar mais e num momento de câmbio favorável com o dólar equivalente a R 3 30 Pela perspectiva da Associação dos Criadores de Mato Grosso Acrimat a oferta de animais para engorda e abate só restabelecerá aos níveis anteriores em 2017 Diminuição do rebanho bovino é uma situação vivenciada pelos Estados Unidos onde o efetivo de rebanho atual é o menor em 50 anos A situação pesou na retomada das importações de carne bovina brasileira in natura depois de 15 anos de suspensão Para o economista Vítor Galesso existe um grande risco de Mato Grosso perder a oportunidade de vender nesse processo de abertura de mercado por falta de produto Para ele falta reorganizar de forma coordenada a cadeia produtiva da bovinocultura Essa organização dos processos e evolução da atividade envolve a capacitação dos pecuaristas com o apoio das entidades do setor e do governo A cadeia produtiva melhor organizada com logística e planejamento adequado possibilitaria melhor lucratividade ganhos com relação à vigilância sanitária e controle aduaneiro completa Perdemos tempo nos últimos 4 anos para o aprimoramento produtivo para que nessa etapa que os negócios vão se intensificar transformar isso em novas receitas tributárias melhor logística e oferta de emprego abrindo 2015 com uma perspectiva de crescimento vigoroso Secretário estadual de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso Seneri Paludo considera que se houvesse mais oferta de gado abateria mais cabeças e abriria mais mercado Mas essa é uma questão básica da oferta e demanda A pecuária enfrenta essa sazonalidade com esses ciclos a cada 6 ou

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/mt-pode-perder-oportunidade/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • MT estuda incentivo de 3% para frigorífico; setor já desempregou 4 mil e rebanho precisa ser revisto | Abrafrigo
    a questão dos incentivos fiscais Seneri Paludo declarou que o governo do Estado já estuda três pontos para a cadeia Um deles é a implantação de um incentivo único de 3 O secretário revela que gestões passadas baixaram de 7 para 3 5 a carga mínima além de através de conceder mais incentivos individuais por meio do Prodeic Hoje temos frigoríficos pagando 3 5 frigoríficos pagando 1 8 e frigoríficos que não pagam nada Então dá esse desnivelamento da cadeia Já estamos em conversa com os frigoríficos e vamos criar uma carga única A nossa proposta nem é os 3 5 e sim 3 para todos frisa Segundo ele o Sindicato das Indústrias de Frigoríficos do Estado de Mato Grosso Sindifrigo MT solicita 2 Eles industriais alegam que nos outros estados da região é menor O que é uma inverdade Com exceção do Pará e Rondônia que são estados de economias diferentes da nossa Temos que comparar com Goiás e Mato Grosso do Sul Paludo destaca ainda que em Goiás a carga tributária para o setor é de 3 enquanto para o Mato Grosso do Sul entre 4 e 5 Outro ponto estudado pelo governo do Estado para a cadeia pecuária e frigoríficos é a questão da carga tributária do boi em pé para que este não saia de Mato Grosso para ser abatido em outro estado O terceiro ponto estudado é um programa de médio e longo prazo para o incentivo ser para o produtor Para o pecuarista voltar a produzir Onde estão os bois Se Mato Grosso possui cerca de 28 milhões de cabeças de bovinos espalhados pelos pastos à pergunta feita hoje até mesmo pelas entidades de classe é onde estão estes animais Nós estamos analisando os dados de Mato Grosso sob uma ótica dos números que temos Esses números que o Indea diz termos cremos que não seja a realidade atual Esse é o nosso sentimos O fechamento dos frigoríficos mostra uma realidade de que não temos animais Eles alegando que o problema é falta de matéria prima e essa matéria prima realmente acreditamos que não tem Esses números rebanho precisam ser revistos comenta o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária Famato Rui Prado Segundo o presidente da Famato o ideal seriam haver em Mato Grosso frigoríficos menores para haver uma maior concorrência no mercado Havendo maior competição no mercado essa competição se traduz em um alimento melhor porque a concorrência faz essa exigência bem como o consumidor O que Mato Grosso precisa é de mais empresas trabalhando nesse ramo mas não com mais capacidade A capacidade está se mostrando que temos ociosidade A pergunta de Onde estão os bois também é feita pela Associação dos Criadores de Mato Grosso Acrimat de acordo com o superintendente Olmir Cividini Estamos preocupados com esse tamanho do rebanho e com essa falta digamos para a terminação Talvez seja a hora de rever estes números A causa da redução se confirma Em entrevista ao Agro Olhar o superintendente da

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/mt-estuda-incentivo-de-3-para-frigorifico-setor-ja-desempregou-4-mil-e-rebanho-precisa-ser-revisto/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Japão vai inspecionar frigoríficos brasileiros de carne bovina | Abrafrigo
    e Abastecimento vai inspecionar frigoríficos brasileiros de carne bovina Técnicos serão enviados ao Brasil para visitar laboratórios frigoríficos e fazendas com o objetivo de acelerar a liberação da entrada do produto naquele país A ministra Kátia Abreu está em viagem oficial a Tóquio para negociar a ampliação do comércio bilateral entre as duas nações além de apresentar os potenciais de investimento estrangeiro no PIL Programa de Investimento em Logística lançado no mês passado O Ministério da Agricultura cumpriu a penúltima das sete etapas previstas para a liberação de carne bovina termo processada que está embargada pelo Japão desde dezembro de 2012 devido a um caso atípico de vaca louca registrado na época Os ministérios da Agricultura e da Saúde do Japão já receberam os documentos de análise de risco que estavam pendentes A próxima etapa é a abertura de uma consulta pública de 30 dias que será realizada paralelamente à inspeção a frigoríficos laboratórios e fazendas no Brasil A ministra brasileira disse estar otimista de que as barreiras à exportação de carne bovina termo processada ao país asiático serão superadas até agosto A ministra japonesa que cuida das barreiras sanitárias relacionadas a doenças transmissíveis ao homem disse que encaminhará o

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/japao-vai-inspecionar-frigorificos-brasileiros-de-carne-bovina/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Em dois anos, 15 frigoríficos fecharam as portas em MS | Abrafrigo
    O secretário adjunto do Sefaz Jader Julianelli prevê um patamar ainda menor em 2015 O cenário adverso refletiu também no setor que está em processo de desaquecimento destacou O assunto foi tema de audiência pública na manhã desta sexta feira 10 na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul O diretor da empresa JBS em Mato Grosso do Sul Marcelo Zanata também argumentou que a situação pela qual passa o setor é reflexo do atual momento econômico É um problema que abrange o Brasil A crise é de conhecimento de todos e também estamos sofrendo com ela Nossos concorrentes também fecharam as portas porque não encontraram condições de sobreviver argumentou De acordo com Zanata a redução do rebanho também tem prejudicado o setor Em Mato Grosso do Sul a JBS está operando com 30 a menos da capacidade Das catorze fábricas fechamos duas informou De acordo com a Associação de Matadouros Frigoríficos e Distribuidores de Carne do Estado de Mato Grosso do Sul Assocarnes MS a denúncia demonstra um cenário preocupante já que o fechamento resultou em milhares de demissões Isso causa uma insegurança jurídica muito grande para os trabalhadores lamentou José Goulart Quirino da área jurídica da Assocarnes O

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/em-dois-anos-15-frigorificos-fecharam-as-portas-em-ms/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Abates fora de MT somam 3% | Abrafrigo
    a pedido da Associação dos Criadores de Mato Grosso Acrimat As indústrias que receberam os animais de Mato Grosso estão em Goiás Rondônia São Paulo Tocantins e Mato Grosso do Sul Em 2014 os abates no Estado totalizaram 5 304 milhões enquanto que o envio para abate fora foi de 217 529 mil O presidente da Acrimat José João Bernardes explica que o volume de animais enviados a outras regiões não justifica o fechamento de frigoríficos em Mato Grosso Vale ressaltar que ainda temos 22 empresas com Serviço de Inspeção Federal SIF funcionando no Estado É claro que o fechamento de qualquer planta causa desconforto no mercado principalmente para os pecuaristas que perdem a oportunidade de comercializar o rebanho com preços melhores devido à baixa concorrência Quanto à escassez de oferta Bernardes explica que o período segue o curso normal da pecuária e a oferta estará maior a partir de 2017 quando haverá mais de 4 milhões de machos disponíveis para abate É provável que a entrada do boi de confinamento melhore a oferta este ano Para o presidente do Sindicato das Indústrias Frigoríficas Sindifrigo MT Luiz Antônio Freitas a média de animais que sai do Estado daria para abastecer

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/abates-fora-de-mt-somam-3/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive

  • Carne bovina brasileira: muitas vantagens, mas pouca sorte | Abrafrigo
    sendo contrabalançados por uma forte queda na demanda agregada de carne bovina Rússia e pela substituição por proteínas mais baratas Também pode se notar que a queda no preço do petróleo que afetou a economia russa também impactou no consumo de carne bovina de outros países produtores de petróleo Isso por sua vez levou à queda nos volumes de exportação de carne bovina em um amplo número de países produtores incluindo Irã Iraque Venezuela Angola Emirados Árabes Unidos e Líbia Ainda assim no segundo trimestre desse ano a Rússia se recuperou de sua crise econômica do ano passado mais rápido do que o esperado o que é uma das razões de o USDA ainda projetar um aumento de 5 nas exportações de carne bovina Infelizmente para o Brasil no começo de junho o Rosselkhoznadzor autoridade veterinária russa determinou que a oferta de carnes vermelhas de três importantes exportadores brasileiros incluindo JBS Marfrig e Frigol continham níveis excessivos de antibióticos e das bactérias E coli e Listeria Isso limitou imediatamente a qualidade de carne bovina que essas companhias podiam exportar para a Rússia A autoridade também anunciou que duas plantas de carne pertencentes a JBS três plantas da Marfrig e três plantas de fornecedores menores fossem completamente proibidas de exportar carne bovina à Rússia A resposta inicial do setor de carne bovina brasileiro a essas barreiras não tarifárias foi sanguínea e confiante A ABIEC associação de exportadores de carne bovina do Brasil disse que com sua grande rede de plantas de abate e processamento grandes fornecedores poderiam desviar gado para as plantas de processamento de carnes não afetadas pelo embargo do Rosselkhoznadzor Em retrospecto a Rússia deve ter sido afetada pelo presidente da ABIEC dizendo a um repórter da Reuters que Não havia problema comercial de nenhum tipo Se eu não posso exportar daqui exportarei de lá Nossa capacidade é muito grande Dez dias depois na segunda semana de junho a Rússia impôs controles similares às exportações de carne bovina sobre a BRF conhecida como Brasil Foods e nove outros exportadores de carne O país também proibiu carne de outras várias plantas enquanto fazia inspeções de carnes baseadas em exames laboratoriais em todos os outros fornecedores As inspeções intensificadas foram claramente designadas a desacelerar a taxa pela qual mesmo a mesmo as carnes permitidas entram na Rússia e poderiam ser usadas para criar desculpas adicionais para restringir mais as importações de carne bovina É desnecessário dizer que com a Rússia representando uma porção significante das exportações de carne bovina brasileira isso terá um impacto importante no desempenho comercial de 2015 Essas medidas pegaram a indústria de surpresa Francisco Jardim secretário de proteção agrícola do Brasil disse que não havia base científica para esses embargos e que eles reforçam o sentimento de que há outros motivos para a decisão russa além dos fatores técnicos Apesar da desculpa de contaminação por antibióticos e bactérias dada pela comissão veterinária a verdadeira razão para essas restrições às exportações parecem ser políticas Eugen Gerden analista da

    Original URL path: http://abrafrigo.com.br/noticias-abrafrigo/carne-bovina-brasileira-muitas-vantagens-mas-pouca-sorte/ (2015-10-13)
    Open archived version from archive