archive-br.com » BR » A » ADONLINE.COM.BR

Total: 824

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • adBlog | Planejamento comercial em quatro passos - por:Luciano Vignoli
    esses dados em mãos sua empresa tem condições de realizar uma projeção de vendas com real potencial de ser executada e convertida em resultados para a sua empresa 1 Avalie e Reflita Como foi o ano que passou Seu faturamento aumentou E a sua carteira de clientes cresceu Como está a sua satisfação com a sua equipe de vendas Que oportunidades sua empresa ainda está perdendo Quais são mais rápidas e fáceis de executar Quais projetos estão em andamento e as oportunidades no futuro Quem são os concorrentes presentes no cliente O que você quer para a sua empresa em 2012 Aonde você quer chegar nos próximos três anos O modelo atual vai lhe ajudar a chegar lá 2 Pense diferente Antes de iniciar o projeto repetindo o modelo existente e apenas repensando os números queremos chamar a sua atenção para a transformação que o papel do vendedor vem sofrendo nos últimos anos as empresas estão investindo pesadamente em tecnologia produtividade e sistemas de qualidade Adquirir informação está cada dia mais fácil e temos muitos dados disponíveis para entender como está o nosso desempenho Pare para pensar Como era sua empresa há 10 anos atrás Como eram seus clientes há 10 anos atrás O que mudou de sua equipe de 10 anos atrás para a equipe de hoje E o que mudou nos seus clientes O problema é que as empresas continuam medindo eficiência de um vendedor pelo tanto que ele traz de faturamento e remunerando as equipes com comissão Praticam métodos arcaicos de gestão Usam formatos arcaicos de contratação Esperam conseguir vendedores prontos num mercado de baixíssima qualificação de mão de obra Querem que o vendedor forme a carteira de clientes da empresa Deixam que a equipe de vendas seja dona da carteira de clientes tornam se reféns dos seus vendedores E a contribuição da equipe para o aumento da base de clientes aumento do ticket médio e retenção de clientes como fica Que informações sua equipe de vendas está trazendo do mercado Como as informações são aproveitadas para gerar novos negócios e oportunidades Como está a continuidade do relacionamento junto a sua base de clientes Como está o uso do telefone e da internet como ferramenta de comunicação da sua empresa com o seu mercado 3 Coloque o plano no papel Agora vamos falar sinceramente a sua empresa vêm conseguindo cumprir os planos traçados ou já aconteceu de fazerem planos mas de repente o ano passou e não se executou nada Se o seu caso é a segunda opção fique calmo Não foi só com você Isso acontece muito e com a maioria das empresas O importante é entender os motivos disso Certamente não é por acaso ou por simples azar É que primeiramente os planos precisam estar escritos E bem escritos com prazos responsáveis expectativas de resultado O cronograma deve prever avaliação de cada projeto E as ações devem ter pessoas responsáveis para executá las 4 Implante indicadores e monitore Com as oportunidades identificadas e registradas em

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=310 (2016-02-18)
    Open archived version from archive


  • adBlog | Relevância em foco - Parte 9 - por:Luciano Vignoli
    Oportunidade Em 2014 vai sobrar leão 27 12 2013 Excite se E faça coisas Que tal seu próprio canal de TV Parte 2 Página Inicial Blog Luciano Vignoli Relevância em foco Parte 9 26 08 2011 Relevância para finalizar ainda pela marca Marca é tudo E tudo é marca Marca é promessa de valor e um perfeito sistema de cumprimento dessa promessa Ajuste isto e tenha sucesso Despreze isso e sofra Cuide da administração de sua marca com atenção e crie valor Delegue isso para o mercado e enfarte Portanto uma observação final Entendo a sua preocupação financeira estas coisas de contas a pagar e receber Compreendo a importância estratégica de seu novo torno e dos incríveis produtos que ele é capaz de produzir Sei que quando você vai a uma feira internacional pensa em como trazer todas aquelas novidades para seu mercado Agora se você não está dedicando a maior parte de seu tempo para cuidar de todos os aspectos da relação de sua marca com seus principais públicos de interesse lamento mas provavelmente você não está fazendo nada pelo seu futuro Ou pior está Deixe seu comentário Nome e mail Comentário Comentários BLOGUEIROS ADONLINE Ricardo Salvador Projetando uma

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=267 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Relevância em foco - Parte 8 - por:Luciano Vignoli
    08 2011 Relevância pela marca Marca é tudo E tudo é marca Seus clientes analisam tudo eles percebem o estilo de sua embalagem o design de suas linhas Sim eles estão críticos Eles sabem o que é bom ou ruim Eles vêem seus anúncios como provas de sua postura empresarial Eles vão até seu site Pesquisam sua marca no Google Avaliam sua reputação nas redes sociais Eles analisam a limpeza ou sujeira da sua fachada O odor do seu banheiro Como você expõe seus queijos Como o corretor trata os clientes no seu plantão de vendas A sinalização de sua loja Como o seu consultor técnico está vestido O quanto ele é consultor técnico de verdade A pontualidade de sua entrega o uniforme do entregador o quanto ele está suado Até o adesivo na porta da sua Kombi eles avaliam Num processo dinâmico eles testam se o que você prometeu lhes é entregue de verdade e em sua plenitude Dessa multiplicidade de experiências nasce uma impressão Da confirmação ou não desta impressão vem uma relação Dessa relação vem uma percepção de marca Forte ou fraca Boa ou ruim Queira você ou não Certo ou errado Desta relação depende o seu

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=260 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Luciano Vignoli
    hipermercado tradicional oferecendo se somente duas frentes Continuar lendo 0 comentário s Relevância em foco Parte 4 09 07 2011 Relevância para valor Esses estudos hoje absolutamente comuns no dia a dia do nosso grupo quando nos aprofundamos em precificação do trade é revelado um cenário ainda mais confuso Acompanhando a evolução desses trabalhos vejo que até pouco tempo atrás era claramente visível a proposta competitiva das marcas demonstrada pela sua estratégia de precificação Ou seja marcas com posicionamento Premium buscavam valor Continuar lendo 0 comentário s Relevância em foco Parte 3 01 07 2011 Relevância em ferramentas O Grupo MTCom orgulha se de ser parceiro da Famastil Taurus há quinze anos Hoje além da e21 que é a agência de propaganda da indústria de ferramentas também a Design21 responsável pelo design de embalagens e de ponto de venda a d a assessoria de imprensa da marca Prat k a Continuar lendo 0 comentário s Relevância em foco Parte 2 27 06 2011 Relevância em artigos plásticos Já para outro cliente nosso a Cajovil indústria de artefatos plásticos do Grupo Brandili igualmente fomos mapear o cenário competitivo da empresa agora aumentando a cobertura de canais de distribuição pesquisando em varejos atacados home centers lojas de artigos infantis e especializadas em gestantes Queríamos desenhar a oferta tudo o que se referia a Continuar lendo 0 comentário s Relevância em foco Parte 1 15 06 2011 Relevância em Cama Mesa Banho Recentemente uma das nossas unidades a Brand It a empresa do Grupo MTCom especializada em branding Estratégico Planejamento de Marcas realizou para nosso cliente a centenária indústria de artigos de Cama Mesa Banho hoje mais conhecido como o segmento Cameba Lepper uma ampla e muito reveladora pesquisa mercadológica que serviu de base para uma Continuar lendo 0 comentário s Consumidores com

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/index.asp?blog=8&pagina=5 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Além das cotas II - por:Tadeu Viapiana
    da sua cor de pele ela é loirinha Como em várias universidades a do Texas preenche 80 de suas vagas com os alunos de melhor desempenho nas escolas públicas Fisher estava neste grupo mas mesmo assim foi rejeitada Por isso entrou com a ação Há grande expectativa de que os juízes declarem as políticas afirmativas inconstitucionais Se isso ocorrer será uma decisão histórica Instigado pela notícia volto ao tema para dizer duas coisas sobre a política de cotas no Brasil A primeira de tudo o que li a respeito resta uma questão irrespondível a política de cotas agride o princípio constitucional de que todos os brasileiros são iguais perante a lei Este é um princípio orientador para todas as leis Isso que dizer que não se pode aprovar qualquer lei ou se adotar qualquer medida que promova ou incentive a discriminação de qualquer pessoa por causa da raça da religião ou da sua condição social Ora se não se pode discriminar para preterir não se pode também discriminar para escolher Não é verdade Se isso for feito é claro que se trata de uma violação do princípio de que todos os cidadãos brasileiros são iguais perante a lei Argumenta se que a política de cotas é justa porque beneficia os mais pobres Talvez seja verdade O problema é que ela fere o princípio da igualdade Aonde iremos parar se relativizarmos os princípios fundamentais da nossa constituição A segunda coisa que desejo sublinhar é na verdade um questionamento Ele parte da constatação feita pelo professor David Neumark da Universidade da Califórnia de que inexistem estudos técnicos que mostrem conclusivamente os efeitos econômicos das políticas afirmativas na educação nem positivos nem negativos FSP 21 10 2012 A16 Para defendê las sobra o argumento de que as cotas baseadas na raça seriam uma

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=433 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Além das cotas - por:Tadeu Viapiana
    reserva de cotas nas universidades para os alunos egressos das escolas públicas é uma resposta matreira para o descalabro da educação publica brasileira Como se sabe aproximadamente 80 dos estudantes que concluem o segundo grau não dominam os conteúdos que deveriam Saem por isso despreparados para enfrentar o vestibular das universidades públicas e também para o mercado de trabalho Poucos passam nos concorridos vestibulares O que o governo deveria fazer A resposta parece óbvia promover uma política consistente e séria de melhoria da qualidade do ensino médio Combater a causa das desigualdades de acesso nas universidades públicas Ao invés disso preferiu escolher o caminho mais fácil e demagógico de reservar vagas obrigatórias para os estudantes egressos das ruins escolas públicas do ensino médio Vejam bem não estou dizendo que os estudantes das escolas públicas não merecem ingressar numa universidade pública ao contrário penso que todos devem ter as mesmas chances Meu argumento é que ao não atacar a causa da desigualdade de acesso o governo comete um grave erro porque o ensino médio vai continuar ruim Mas ai não tem problema porque os alunos já têm vagas garantidas nas universidades dirão os burocratas do MEC E a vida continua Os felizardos que entrarem na universidade pública pela porta dos fundos certamente irão festejar Mas e os outros aqueles que não entrarem como se sentirão O que farão Qual o estímulo que terão para continuar estudando O Brasil é mesmo pródigo em tapar o sol com a peneira Ao invés de atacar diretamente a causa do problema escolhe criar mais distorções e desigualdades Como se fosse possível fazer o bem recorrendo ao mal Por trás da política supostamente voltada para a democratização do acesso à universidade pública esconde se a renúncia de fazer uma escola de qualidade para o ensino médio

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=432 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Religião e política - por:Tadeu Viapiana
    sabe que não pode misturá la com religião e futebol A questão no entanto é mais complexa do que aparenta Devemos de imediato separar duas questões A primeira é que o Estado brasileiro é laico Isso quer dizer ele não professa nenhuma religião A opção religiosa é uma questão privada deve ficar fora das leis As leis portanto não podem promover qualquer tipo de discriminação religiosa A segunda é que numa eleição o eleitor decide de forma livre e soberana Isso quer dizer que ele pode ao escolher seu candidato optar por alguém que comunga com a mesma fé religiosa Há algo errado nisso Não claro que não Por isso é ilusório imaginar que seja possível separar religião e política Esse é mais um dos mitos do pensamento iluminista Pela simples razão de que quem deve separá la ou não é o eleitor E não nos cabe dizer o que ele deve fazer como deve decidir Apenas o TSE em suas propagandas equivocadas ainda prega esse tipo de coisa O eleitor pode escolher um candidato de uma determinada religião com a expectativa de que ao elaborar leis irá defender aquilo que ele eleitor acha certo Por exemplo a Igreja Católica é contrária ao aborto e à eutanásia É natural portanto que eleitores católicos prefiram candidatos alinhados com tais posições Nada há de errado nisso Outra coisa completamente diferente é defender a subversão da liberdade religiosa e do estado laico princípios da nossa Constituição Isso evidentemente não deve ser tolerado O resto pode sim pode votar contra o aborto pode votar contra a eutanásia Não importa o que achemos do mérito dos votos a liberdade está acima dos nossos julgamentos eventuais A propósito não creio que Russomano perdeu devido ao seu relacionamento com uma Igreja Perdeu porque não tinha espaço de

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=431 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Quando a eleição começa a ser ganha? - por:Tadeu Viapiana
    suas chances aumentam muito Mas ainda assim a literatura eleitoral está repleta de exemplos de candidatos azarões que vencem sem reunir tais atributos Em segundo lugar o contexto da eleição é outro fator muito relevante Se a conjuntura econômica é de crescimento da renda e do emprego se as pessoas estão satisfeitas com a sua vida se estão otimistas em relação ao futuro tudo isso ajuda os candidatos da situação e prejudica o desempenho daqueles que pregam a mudança Mudar pra quê se as coisas vão bem na minha cidade no meu estado ou no país questiona o eleitor No entanto elas não são determinantes se assim fosse nas eleições municipais em curso os governistas ganhariam todas as eleições algo impossível de ocorrer Finalmente o marketing também é um fator importante Em geral saem se melhores as campanhas com bom conceito linguagem correta estética adequada componentes de comunicação que ajudam a vender as qualidades e minimizar os defeitos de um candidato A eficácia da comunicação é importante mas só ela não ganha eleição Já vi campanhas ruins de comunicação vencerem e campanhas muito boas perderem Finalmente há aquele que a meu juízo é o fator de maior relevância numa eleição a estruturação do cenário eleitoral Ela envolve um conjunto de circunstâncias que precedem à eleição propriamente dita a escolha de candidatos competitivos a formação das alianças a avaliação do governo em disputa tanto para o candidato da situação como da oposição e a organização geral da campanha o planejamento a definição da linha política o financiamento Todos esses aspectos definem se antes das eleições E são decisivos Você pode indagar se isso é verdade o voto propriamente dito não decide mais nada Sim e Não Sem o voto não existe eleição é o eleitor no final das contas que sanciona

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=427 (2016-02-18)
    Open archived version from archive