archive-br.com » BR » A » ADONLINE.COM.BR

Total: 824

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • adBlog -Os bares, a muvuca e o desfile da bosta- Por:Evandro Dias Gomes
    mas que o que a gente gosta mesmo é de muvuca de balada lotada de fila e que consequentemente somos corresponsáveis Alguns me execraram Temos memória curta e seletiva Alguém lembra da tentativa de interdição de bares na Cidade Baixa há três anos Ah pois é Falaram querem acabar com Porto Alegre Tem imbecil conheço vários um em especial que bota todas as culpas do mundo sobre os ombros do Poder Público mas é sonegador de impostos gosta de furar a fila do cinema e não entende como é que pode existir uma lei que proíbe fumar em locais públicos Ele fuma e ainda joga a bagana no chão amassando com o pé Ô tapa bem dado no meio da orelha O outro tema foi o da cavalgada da bosta perdão leitor mas não existe outro termo que substitua este sem mascarar a realidade Pra quem não conhece um bando de gente montando cavalos e guiando charretes decidem no meio do raro momento de veraneio dos gaúchos fazer um passeio na beira da praia deixando um rastro de bosta por mais de 100 quilômetros de faixa litorânea Pra conseguir a licença ambiental pra colocar um quiosque na beira da praia

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Evandro-Dias-Gomes-14/454-os-bares-a-muvuca-e-o-desfile-da-bosta.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog - Evandro Dias Gomes
    Cadeia e seu vocalista Jonathan Corrêa O autor alegou ter sido ofendido com palavras e gestos Ele estaria assistindo a apresentação na ala vip e o músico teria sentado em seu colo lhe dado um chupão na orelha e proposto chupar seu pau ao final do show Após foi retirado com truculência pelos seguranças Esta tudo lá no link http www tjrs jus br site imprensa noticias idNoticia 242981 do TJRS A que conclusão chego Pois comecei a achar a Malta melhor que a Reação em Cadeia 30 06 2014 Aconteceu alguma coisa A cada dia que passava menos e menos acessava o Facebook Percebi que as coisas ali já não me causavam o interesse de quando entrei neste saite social Aliás vale a pena descrever como eu descobri o Facebook Numa viajem para visitar meu irmão e sobrinhos em Abu Dhabi no longínquo início de 2009 tentei acessar minha conta do Orkut e não consegui Lá era bloqueado mas permitia o Face Então criei uma conta ali para ajudar a guardar as minhas fotos pois os cartões de memória da máquina fotográfica eram muito caros e então tinha que descarregar para poder usar novamente O telefone já fazia boas fotos mas não tinha a praticidade de hoje Passados cinco anos enchi o saco Muita gente que não conheço e provavelmente nunca conhecerei pessoalmente me mandando solicitações de amizade Propaganda demais Campanhas políticas demais de todo o tipo de política desde o anti glúten xiita à divindade canina de direita Fotos e mais fotos de comida Publicações de luto com 200 curtidas Parênteses quem é o imbecil que curte o luto de alguém O que mais me desconforta é o grau de futilidade do ser humano e a esquizofrenia real virtual O cara é um na vida real e outro na vida virtual Ou estamos desprovidos de conteúdo ou criamos universos paralelos totalmente inadequados com a vida como ela é Decidi suspender minha conta no Facebook e pelas reações que recebi pode ser uma dica de tese de doutoramento para inúmeras áreas do conhecimento humano Senão vejamos Conversando com um colega de trabalho comentei minha decisão e a reação dele automática e imediata o que aconteceu A tua mulher pegou alguma coisa Brigou com alguém Já a minha mulher após ficar sabendo da minha atitude veio com questionamento parecido aconteceu alguma coisa Rolou algum estresse na empresa Não Apenas enjoei Quero experimentar a vida sem Facebook Para notícias tenho o Twitter para os negócios tenho o Linkedin para curtir fotografias e pequenos vídeos tenho o Instagram e para marcar os eventos sociais tenho o Whattsapp Parece um paradoxo mas não é São interações diferentes mais equidistantes menos intromissivas Sou do tempo que quando se é amigo de verdade vai na casa dele ou dela bate palma e dá um grito na frente ô de casa E já vai entrando É disso que precisamos Mais contatos epidérmicos mais confiança mais verdade Tentarei a partir de agora lembrar dos aniversários sem que algum aplicativo me auxilie Provavelmente esquecerei de alguém peço desculpas Mas se eu lembrar ou se eu telefonar sem qualquer motivo saiba que tu és muito importante pra mim 30 07 2013 Chico e o Marketing Faço questão de informar preliminarmente que li muito pouco sobre a passagem do Papa Francisco pela terra brasilis Quero que minha opinião seja o retrato mais puro do meu sentimento com o mínimo de influências A escolha Fome A Igreja Católica sempre teve atrelada ao poder Nós professores de Direito temos inclusive que abordar o direito canônico em nossas lições Na idade medieval conhecida como idade da escuridão era o direito predominante O que a Igreja determinava como regra era o que acontecia De lá pra cá a Igreja só perdeu poder não pra religiões concorrentes mas para políticos e suas regras do direito positivo Ocorre que neste novo milênio não só a política disputa este nobre mercado com os discípulos de Deus Religiões de outras matrizes em especial evangélicas estão aí concorrendo pau a pau com a santíssima trindade Então no conclave fico imaginando o diálogo que resultou na escolha do Papa Francisco temos que mudar a nossa agência de publicidade urgente ou alguém aqui tem formação em marketing Aí um cara sorridente simpático ultra fofo conectado com um mundo totalmente diferente e oriundo de um país que é tudo isso só que não levanta o braço e diz eu eu eu Pronto a Igreja Católica achou o cara certo para o momento certo Golaço A disputa do mercado Vontade de Comer Sabedor que a Igreja Católica manda no mundo ainda que tenha perdido muito terreno com o passar do tempo e que a sua principal concorrência no mercado da comunicação de massa vem das igrejas evangélicas a Plim Plim vê na visita do Papa Francisco a sua grande oportunidade Como exceção da Missa do Galo no Natal alguém aqui se lembra da Globo dedicar alguma parte de sua programação para transmitir evento religioso Não Então vou dizer o seguinte foram mais de 30 horas de transmissão ao vivo apenas entre entre os canais aberto e fechado de tv E o marketeiro fez o que deveria ser feito Entrevista exclusiva sorriso sermões que as pessoas queriam ouvir simplicidade repulsa à ganância e riqueza Deus é pai Não há na história da comunicação moderna nada que se compare com o que aconteceu aqui no Brasil na Jornada Mundial da Juventude Querem aprender alguma coisa sobre poder e disputa de mercado Estudem a visita do Papa Francisco Meu deu vontade de confessar e ir na missa Incrível 26 06 2013 Redes Epidérmicas Tenho observado com atenção tudo que está acontecendo e sinceramente o que de melhor extraí até agora é o encontro das pessoas epidermicamente falando Pessoas convivendo com pessoas dando as mãos caminhando e cantando juntos O fenômeno da mobilização por redes sociais deu um impulso para que tudo aquilo que eu aqui já projetei efetivamente começasse a acontecer Fico imaginando como teria sido a convocação para a manifestação que ocorreu por exemplo em Getúlio Vargas terra de nascimento do meu pai plac plac plac som de palmas Ô de casa Oi vizinho entra aí o portão tá aberto Vizinho seguinte vim te convidar pra gente fazer uma manifestação Manifestação Contra quem os comunistas Não vizinho na verdade é contra todos e tudo inclusive contra o Joaquim que aumentou o preço do cacetinho ontem Opa pode contar comigo Onde vai ser Na praça na frente da igreja do outro lado da Prefeitura depois do Jornal Nacional Báh mas bem no horário da novela Sim claro Nós vamos protestar também pelo número de veados que tem na novela Então estarei lá Levo o facão três listras Não interessa o motivo mas sim a grande possibilidade de vivermos em verdadeiras e reais comunidades de repactuarmos o nosso contrato social de dizer chega para tudo o que está entalado nas nossas gargantas A grande tarefa é tentar valorizar o que de bom já foi feito de não fazer terra arrasada de encontrar virtudes nas mais variadas experiências anteriores e de corrigir radicalmente todos os erros destas mesmas experiências Mas te pergunto deu bom dia hoje por teu vizinho Ligou pra tua mãe para saber se está tudo bem Lembrou de doar um agasalho pra quem está passando frio Ou apenas está interessado em saber tudo sobre os injustificáveis atos de vandalismos Agora que tu saiu da frente da TV ou do computador segue o teu rumo em busca de uma sociedade melhor 28 05 2013 Mitos e verdades modernos Tu já foste entrevistado por alguma pesquisa de opinião Conheces alguém que tenha sido sorteado na Mega Sena Conhece ou já ouviu falar sobre algum brasileiro que nunca tenha se incomodado com os serviços de telefonia fixa móvel TV por assinatura internet banda larga ou cartão de crédito Entre os teus amigos e conhecidos que dirigem veículos automotores existe algum que nunca tenha levado multa de trânsito e que sempre teve desconto no IPVA Há algum gaúcho que viva na região metropolitana que nunca tenha pegado um engarrafamento mostro na BR 116 Alguém aqui consegue fechar o mês no azul Sem usar o limite Existe alguém entre nós que esteja 100 satisfeito com o seu corpo ou com sua saúde Conhece ou já ouviu falar sobre alguma pessoa que acha que tem que trabalhar mais e descansar menos Quem aqui nunca teve a vontade de chutar o balde e mandar tudo pro espaço Por mais que você ame sua mulher ou seu marido às vezes não dá vontade de mandar ela ele cagar no mato Alguém aqui deixou de tomar leite Ou de comer tomate Em quem tu votaste para deputado federal nas eleições de 2010 E para deputado estadual Parece que estamos involuindo mas não Muitas das nossas queixas ou insatisfações são frutos das nossas próprias cabeças O negócio é buscar sempre melhorar entretanto com a certeza de que já fizemos muito Então é o seguinte só alegrias 22 05 2013 O cigarro e a propaganda Sou da época em que o cigarro Hollywood era sinônimo de campeonato brasileiro de MotoCross que Malboro fazia imediatamente eu lembrar do carro vencedor do Ayrton Senna e que Free era certeza do melhor jazz do mundo tocando aqui no Brasil Nem por isso sou fumante De lá pra cá todas as restrições do mundo foram feitas para impedir que as fabricantes deste veneno pudessem associar seus produtos com qualquer tipo de comunicação em especial com publicidade e com eventos esportivos ou culturais Agora a pouco voltando do meu intervalo do almoço vejo uma família composta por pai mãe e três filhos um deles adolescente sendo que três estavam fumando Logo na frente passei por um posto de saúde e vi a cena incrível de uma mulher parada na frente da unidade de saúde com mais ou menos 40 anos fumando dois cigarros Juro dois cigarros acesos um em cada mão Quase chegando no serviço vejo uma grávida com um filho no colo fumando Vou atrás da informação oficial e vejo que entre os anos de 2010 e 2011 ocorreu uma redução de 0 3 do número de fumantes no Brasil sem que isso interfira na produção de cigarros que se manteve estável Não sei se sou eu mas para onde olho vejo fumantes Entre as pessoas que eu conheço pouquíssimos pararam de fumar e vários outros começaram Ora tudo me leva a crer que o consumo de cigarro não está associado à propaganda pois ela já não existe mais Então de quem é a culpa Questão difícil de responder e que remete a um compromisso não só do Poder Público mas de toda a coletividade Só peço entretanto uma coisa quer fumar Ok desde que não seja perto de mim 20 05 2013 A nova rede social Ok estou aqui escrevendo então ainda tenho alguma pouca esperança nestes espaços Entretanto tudo indica as redes sociais como conhecemos já era Todos os dias todos nós começamos o dia apenas após aquela verificadinha básica na vida dos outros já enraizados na síndrome do grande irmão Ocorre que nada daquilo é verdade Ninguém publica a efetiva realidade quase ninguém escreve o que de verdade está sentindo tipo galera bom dia Hoje eu vou matar meu chefe ou então a vaca da minha mulher tava insuportável neste final de semana Nada disso É só mimimi florzinha pôr do sol e o cacete Tenho convicção que uma nova rede social está cada vez mais próxima e forte A rede social da mesa de bar no final do serviço a rede social de usar o sábado de folga pra visitar os tios e primos a rede social da turma do futebol tudo cheio de epiderme de contato físico de aperto de mão de abraço de xingamento ao vivo na cara do outro de palavrão e carinho Então fica a minha dica para todos os bons comunicadores querem vender seus produtos Então criem coragem e os apresente olhando olho no olho porta à porta Se tu não tem culhões para isso é porque teu produto não presta Ninguém aguenta mais estas joças de publicação promovida Facebook e seus congêneres não duram mais de uma copa do mundo Adeus 1 Erro de concordância mas é assim que eu falo 10 05 2013 O Programa de TV do PT Vou me abster neste momento de qualquer análise de conteúdo Quero apenas abordar o trabalho de comunicação feito no programa partidário de TV do Partido dos Trabalhadores veiculado ontem em rede nacional de rádio e televisão comemorando os 10 anos de gestão no comando do Palácio do Planalto Não sei quem foram os profissionais mas fica o meu elogio A abertura do programa é Hollywoodiana tipo de arrepiar com uma trilha sonora envolvente e que prende o telespectador Na sequência após um jogral muito bem construído vem uma espécie de holograma projetado no corpo de pessoas despidas Entendi que o diretor quis colocar as realizações do partido na alma dos brasileiros Aí o locutor fala a seguinte frase Faculdade viajem de férias avião casa própria carro carne na mesa e shopping Cara a partir dali não tem como não ficar grudado na TV pois é quase tudo que todos nós queremos No segundo bloco vem o grude entre Lula e Dilma tipo Vitor ou Vitória Os depoimentos de pessoas do povo quase tudo certo Um deles fala pobre não fazia churrasco Fazia sim nem que fosse de músculo mas fazia Ainda assim ok passa Mesclaram as autoridades com os mais simples representantes do povo e isso foi mais um acerto No terceiro bloco voltam Vitor ou Vitória ops Lula e Dilma com dados Me chamou atenção o destaque que deram para palavras chaves deixando elas durante toda a fala de cada editoria Aquilo entra na mente do telespectador Aí entra novamente a mão do diretor de arte e do diretor musical casamento perfeito Carruagens de Fogo é com certeza a inspiração Superar barreiras com uma batida de coração no fundo ah isso emociona O carrinho de supermercado cheio sendo empurrado por duas crianças ou o cara tirando um porta retrato do balcão para colocar uma TV de led é algo genial Logo a seguir vem o momento ufanista megalômano necessário para incentivar o povo a continuar colado na TV Aí vem talvez o único erro quando transformam um menino num jovem ao estilo do clipe do Michael Jackson Achei desnecessário em especial por que o texto remete a dúvidas que existia no passado Eu apenas projetaria o pra frente O depoimento do Rui Falcão foi na medida certa chamando os grande projetos do Governo em energia transporte moradia e infraestrutura Tudo gigante do tamanho da esperança do povo O bloco de depoimentos de ministros foi bem dividido entre homens e mulheres o que mostra uma igualdade de oportunidades entre os sexos Logo após vem a prestação de contas dos 10 anos tipo Top Five do CQC Ali é evidente que o público jovem é o alvo afinal de contas é o maior público eleitor brasileiro O último bloco começa com a Dilma chamando para as três principais áreas educação saúde e segurança Entretanto ali aparecem os depoimentos dos ministros da segurança saúde e economia Opa mas é claro Nada disso seria possível se a economia não desse o suporte necessário Entretanto acho que o Mercadante não gostou Vitor e Vitória voltam para o jogral final afinadíssimo com movimento e cores Não seria o PT se no encerramento não tivesse um comício Mas é o PT e teve comício Podem falar qualquer coisa do PT menos da equipe de comunicação 09 05 2013 Nostalgia Sou daqueles raros esteienses nascidos em Esteio Hospital São Camilo Até a minha pré adolescência tinha absoluto orgulho e falava de boca cheia sobre minha cidade Na minha época de Esteio a cidade era uma espécie de Manhattan da região metropolitana Bons tempos Foi quando encerrado o primeiro grau minha mãe escolheu a melhor escola de segundo grau da região que era e ainda hoje é em Canoas Lá agora aqui iniciou a melhor fase da minha vida Todos os dias pegava o Zurb apelido carinhoso para Trensurb descia na estação Centro e aproveitava tudo o que a idade e a explosão de hormônios poderia propiciar a um jovem nos anos 80 O nome do curso que fiz no 2 grau ops no ensino médio era Lei sei lá porque Talvez um prenúncio de uma das minhas vocações Equivalia ao antigo científico Aprendi muita coisa naqueles gloriosos anos em especial três matérias como fazer amigos como lidar com a política e como valorizar os verdadeiros prazeres Amigos fiz muitos aqui Bacinho Louco Paulista os irmãos Chato e Chatinho Melancia Camelo tudo gente fina Lembro das festas aos domingos no CSSGAPA Show do Legião Urbana no início de carreira competição de quem comia mais pedaços de pizza no Rodapizza os encontros no Bistrô das Bruxas as Sextas Feiras 13 no Country as festas no Tênis São as melhores lembranças da idade da inconseqüência Tomei gosto pela política em Canoas Fui em 86 ou 87 os neurônios queimados não permitem a lembrança precisa eleito vice presidente do Grêmio Estudantil do La Salle Cara foi muito legal Além de representar a classe estudantil nós tínhamos uma sala só nossa totalmente liberada dentro do colégio Muita coisa indizível aconteceu naquela sala Já se vão 16 anos de atividade pública diretamente ligada à política em paralelo com minhas carreiras privadas Sobre os prazeres Gosto de andar descalço gosto de fazer xixi na grama gosto do primeiro gole da cerveja quando todos os compromissos foram realizados gosto dos minutos que sucedem títulos do Internacional gosto da primeira onda dropada no final de semana de descanso Família e amigos hors concours Quando bate a nostalgia é que eu me dou conta de como eu já fui como eu sou e como é fácil ser feliz 04 04 2013 Profissionalizando a Administração Pública O desejo

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Evandro-Dias-Gomes-14/ (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog -Excite-se! E faça coisas! – Contagiosas (Última parte)- Por:Luciano Vignoli
    debruçando em temas novos em como entrar na vida do consumidor e fazer com que ele interaja com a marca com experiências legais e consistentes a ponto de lhes deixar uma impressão indelével de percepção positiva Neste sentido estudar princípios de ação com a visão de Seed See Share Semeie seja visto e compartilhado têm nos orientado para buscar soluções de comunicação transmídia muito além dos formatos tradicionais cartesianos explorando as novas tecnologias Fala se muito hoje em redes sociais ou mídias sociais como novas panaceias da comunicação Ouvindo as coisas daqui e dali firmo cada vez mais a convicção de que as mídias sociais são somente plataformas de conexões entre pessoas Não são estratégia São plataforma A coisa aperta é quando temos de nos dar conta que uma empresa é movida por pessoas uma marca é dirigida a pessoas organizada e pelos seus interesses hábitos e anseios E claro neste sentido uma empresa tem de ter em mente um tipo especial de pessoas aquelas que compram seus produtos que geram seus resultados que decidem se ela vai ter lucro ou prejuízo os clientes Assim podemos claramente dizer que a importância de ter se uma estratégia clara sobre a atuação em mídias sociais dentro das empresas é um tanto maior do que se pressupõe As mídias sociais são um campo de conhecimento que obriga todas as áreas de uma organização a conhecer seu poder e impacto nos negócios Por causa disso as mídias sociais não podem estar confinadas a algo ou alguém específico do marketing da organização Elas têm reflexos sobre todo o negócio Sobre todos os colaboradores Sobre toda a cadeia de valor Talvez seja uma revolução pelo seu caráter de mudança na empresa como um todo Do modelo de negócios à gestão de pessoas tudo terá este filtro

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Luciano-Vignoli-8/688-excitese-e-faca-coisas--contagiosas--ultima-parte-.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog -Excite-se! E faça coisas! – Contagiosas (Parte 5)- Por:Luciano Vignoli
    com o pão que sobra de como arrumar uma mala de como preservar a estampa numa camiseta de como economizar gasolina ao dirigir de como cuidar de plantas no apartamento de como chegar mais rápido ao seu destino com rotas alternativas de trânsito de como preparar uma boa massa em menos de 10 minutos de como secar mais rapidamente as roupas em lugares úmidos enfim as pessoas gostam de compartilhar conteúdo que tenham um grande apelo prático e funcional Por que Porque de uma forma ou de outra este comportamento faz as pessoas de um lado posicionarem se como colaborativas e por outro aqui mais egocentricamente passarem se por mais espertas do que as outras mais inteligentes mais ligadas Valor prático vale lembrar está quase sempre ligado a ajudar aos outros este conteúdo é bom pra mim vou repassar pois pode ser bom pra você Se a sua marca pode dizer algo que realmente tenha um apelo funcional não brinque em serviço Divulgue Espalhe Torne seu conteúdo contagioso As pessoas o ajudarão muito nisto O que torna as coisas populares virais contagiosas Passo número 6 Histórias Pessoas não curtem informações somente Elas gostam de histórias que envolvam as informações e que possam ser contadas mais ludicamente mais livremente A humanidade passa suas crenças através de histórias Os 3 porquinhos e a moral de que quem trabalha duro de quem faz a coisa certa de quem constrói suas coisas com valores sólidos como uma casa de tijolos vive melhor e vence A cigarra cantante e a formiga trabalhante quem vence ao final O menino que gritava de brincadeira que estava sendo atacado pelo lobo insistentemente até que o foi de verdade mas aí sua credibilidade abalada impediu aos outros de ajudarem Enfim mais do que simplesmente dizer Faça isto viva assim coma aquilo pense numa história como o Cavalo de Troia uma forma imponente e instigante de carregar no ventre as forças poderosas de seus argumentos Um exemplo da vida real Jared Fogle um estudante americano com quase 200 quilos de peso vivendo num mundo limitadíssimo pela sua obesidade mórbida Faça exercícios diziam alguns Coma alface disseram outros Jared não conseguia e seguia sua dieta de junky food incessante Numa lógica clássica e inteligente de que se você não pode com seus inimigos junte se a eles Jared decidiu fazer uma dieta baseada em junky food ou melhor em fast food Estudou cardápios e alternativas Descobriu um vídeo com o título Sabia que a Subway tem 5 subs sanduíches com menos de 5 gramas de gordura A partir daí iniciou uma Dieta Subway comendo quase todos os dias um sanduíche de 30 cm 30 cm vegetariano no almoço e um de peito de peru com 15 cm no jantar Quatro meses depois havia perdido mais de 40 quilos Um anos depois mais de 100 Que história Ela é quase um manual em transformar fatos em coisas virais Ela tem um apelo de Social Currency valores e costumes sociais passo número 1

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Luciano-Vignoli-8/683-excitese-e-faca-coisas--contagiosas--parte-5-.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog -Excite-se! E faça coisas! – Contagiosas (Parte 4)- Por:Luciano Vignoli
    comercial bizarro de ruim Um comercial épico de tão bom A BlendTec uma obscura empresas de liquidificadores resistentes teve uma ideia Vamos liquidificar tudo Começou com um iPhone Depois pedras Depois tudo Cada vídeo não custou mais do que 50 dólares e era protagonizado pelo próprio presidente da empresa Reduzir tudo a pó nos toca Nos intriga Nos revolta Nos diverte Resultado Mais de 30 milhões de views Milhões de dólares em vendas Nada mal para uma marca que surgiu do nada Ou melhor surgiu das emoções que nos causa O que torna as coisas populares virais contagiosas Passo número 4 Público Ninguém entra em restaurante que está vazio Simplesmente não rola Se está vazio deve haver uma boa razão para isto Funciona na cozinha e funciona em tudo Grupos sociais vestem se de acordo com os outros que os cercam Advogados de terno Médicos de branco Estudantes de jeans e moleton usualmente com tênis de lona Ninguém gosta de votar em candidatos que de antemão vão perder Pra quê Imagine a cena Você entra numa delicatessen em NY O garçom solícito traz o cardápio um copo com água e uma imensa tigela com pepinos em conserva Não há pratos naquela mesa muito menos talheres E aí você pensa Como comerei estes pepinos Daí você olha para a mesa ao lado Pessoas empunhando os com as mãos quase brandindo os em frente ao nariz do outro roem os pepinos com grande prazer Depois lambem os dedos Na outra mesa idem Segundos mais tarde drama encerrado Segurando com as mãos você se delicia com a famosa receita de picles da Carnegie Deli Em Roma faça como os romanos é o ditado As pessoas imitam ou tendem a um comportamento semelhante porque consideram informação relevante a escolha das outras pessoas Lembra do

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Luciano-Vignoli-8/681-excitese-e-faca-coisas--contagiosas--parte-4-.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog -Excite-se! E faça coisas! – Contagiosas (Parte 3)- Por:Luciano Vignoli
    cabine telefônica Nela você pode fazer uma reserva para uma mesa num bar que fica numa porta ao fundo no final da loja As reservas iniciam se à 3 da tarde Usualmente às 3 e meia já não há mais mesas E pense Se você tem um segredo forte e conta para alguém dizendo lhe para não falar nada pra ninguém qual a primeira coisa que a pessoa faz Fala Entregue um valor especial uma informação especial Nos Estados Unidos o Mc Donald s lançou um sanduíche bem legal feito com a carne de costeletas de porco Por mais que tenha sido bem aceito ele não é um item fixo no cardápio Ele entra e sai E eis que McRibs se tornou um fenômeno Só em algumas lojas por um certo tempo A campanha viral espalha sempre que acontece McRibs IS IN TOWN Use isto Faça alguém parecer por dentro Você é profissional Você é especial Você é um dos eleitos Você sabe das coisas Você ao compartilhar esta experiência vai mostrar aos outros o quanto você é cool O professor Jonah Berger jura que funciona O que torna as coisas populares virais contagiosas Passo número 2 Triggers Os gatilhos os detonadores Como provocar a lembrança de nossas coisas marcas e produtos Gatilhos ou detonadores são inferências referências ou simplesmente analogias e metáforas que podem nos ajudar muito Há coisas que chamam as outras Pense em goiabada cascão Queijo virá em mente em seguida Pense em cerveja Churrasco com amigos poderá ser uma ilação fácil Pense em Inter Grêmio aparecerá Pense em lareira O romantismo florescerá eventualmente com um vinho tinto em mãos Pense em feijão Arroz surgirá Linguiça será o próximo passo Pense num salto alto feminino O ambiente de festa será o próximo pensamento Os exemplos poderiam se

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Luciano-Vignoli-8/676-excitese-e-faca-coisas--contagiosas--parte-3-.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog -Excite-se! E faça coisas! – Contagiosas (Parte 2)- Por:Luciano Vignoli
    de conteúdo tudo baseado no princípio de que a disseminação viral boca a boca pode ser mais eficiente que a propaganda tradicional por duas principais razões chave Primeiro conteúdos compartilhados são mais confiáveis e persuasivos A propaganda é paga para falar bem de um produto Um amigo não Segundo o conteúdo é muito melhor dirigido Quem me conhece vai provavelmente me mandar um conteúdo sobre vinhos mais próximos de meus interesses do que quem manda um conteúdo genérico para o mundo Alie se a isto o fato de que a melhor coisa sobre estratégias de contágio é que estão ao alcance de todo mundo a baixos custos De uma das empresas Exame 500 até o restaurante da esquina todo mundo pode ter a sua Mas o desafio claro é como fazer isto Hoje virou febre Todo mundo abraçou a ideia de Social Media como a estrada para o futuro Facebook Twitter YouTube Instagram enfim todos são canais são vistos como possibilidade de cultivar seguidores engajar fãs cativar influenciadores A lógica quase falaciosa é motive consumidores a falar de seu conteúdo e as coisas gratuita e magicamente se espalharão como um vírus e seu produto ou oferta vira popular da noite para o dia Mas uma coisa bastante curiosa exposta na apresentação deixou a todos bem intrigados Somente 7 da explosão de fenômenos boca a boca se dá por redes sociais 7 A lógica é a de que sim passamos muito tempo nas redes sociais recebendo toneladas de conteúdo vídeos fotos cards gastamos um imenso tempo lendo tudo vendo tudo eventualmente rindo de tudo mas não dando bola pra nada É um monte de curtir de compartilhar de retuitar mas nada que mude nosso comportamento ou que faça alguém mudar o dele Pensem provocou ele Qual o último post que fez

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Luciano-Vignoli-8/671-excitese-e-faca-coisas--contagiosas--parte-2-.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog -Excite-se! E faça coisas! – Contagiosas (Parte 1)- Por:Luciano Vignoli
    mesmo suas preferências em caso de uma marca Boa professor Fiquei curioso Vamos lá Pense num restaurante Num restaurante novo Bom ambiente boa comida bom serviço Igual a muitos que abrem e fecham por aí Nos Estados Unidos revela 25 por cento dos restaurantes que abrem fecham em um ano Mais de 60 por cento fecham em até três anos Restaurantes são um negócio que brinca ele como muitas categorias vendem mais pela boca do que pela propaganda No caso pelo boca a boca Foco foco Voltemos ao caso restaurante Filadélfia início dos anos 2000 Um restaurante novo com ambiente boa comida bom serviço Como ganhar visibilidade Como se diferenciar Como sair da paisagem Quem sabe com uma ideia Um sanduíche de 100 dólares Ok ok vamos explicar melhor Na Filadélfia há uma especialidade reconhecida na comida fast food regional que é um sanduíche feito a partir de um bom bife grelhado uma fatia de provolone um pãozinho de hambúrguer e pronto Delicioso e simples 5 ou 6 dólares em média Que tal reler este clássico Comecemos com um brioche especial feito nos fornos do próprio restaurante baseado numa receita francesa tradicional pegue então o brioche e o faça levemente pincelado com mostarda feita em casa depois finamente fatiada deposite carne de Kobe grelhada à perfeição adicione um pouco de cebolas caramelizadas tomates especiais picados sem pele queijo Telaggio encimando tudo isto polvilhe trufas negras e adorne com um excepcional pedaço de lagosta do Maine Terminou Não para finalizar e para transformar isto tudo numa experiência ainda mais ultrajante uma taça de Veuve Cliquot Vale cem dólares Não sei Mas que gera diferenciação lá isto gera Mas faz mais gera Curiosidade Interesse Relevância Posicionamento Magnetismo Respostas Conteúdo Transmissão Diversão Opiniões Adoração Controvérsia Tudo a partir de uma ideia E o

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/blog/Luciano-Vignoli-8/668-excitese-e-faca-coisas--contagiosas--parte-1-.html (2016-02-18)
    Open archived version from archive