archive-br.com » BR » A » ADONLINE.COM.BR

Total: 824

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • adBlog | O chavismo e o petróleo. - por:Tadeu Viapiana
    E até hoje Getúlio é admirado Será que Chaves vai deixar realmente uma herança política Sempre vi o Chaves como um sujeito comum Nunca ouvi ou li algo dele que tenha me chamado a atenção Ao contrário suas falas eram recheadas de chavões uma lista interminável de lugares comuns O bolivarianismo chavista é apenas uma nova versão do velho e surrado discurso populista em defesa dos pobres e oprimidos com traços acentuados de messianismo Com a evocação do líder histórico Simon Bolívar Chaves procurava dar a si próprio uma estatura política que como é sabido não possuía por mérito próprio Mas se ele era um sujeito comum então que fascínio é esse que despertava em seu país O segredo é a alta do preço do petróleo Desde que assumiu o poder há dez anos o preço do petróleo no mercado internacional subiu sete vezes Petróleo que a Venezuela vende para os EUA o imperialista opressor Com o dinheiro Chaves fez programas sociais para os mais pobres criou milhares de empregos nas empresas estatais distribuiu verbas e contratos para os amigos doou dinheiro para Cuba e financiou várias organizações sociais ao redor do mundo Construiu enfim uma enorme rede de apoio que lhe garantiu votos e trânsito político O populismo sempre se alimentou da pobreza e da miséria Está ai o fascínio O resto é conversa mole Tanto isso é verdade que em relação aos desafios reais da gestão pública e econômica seu governo revelou se um rotundo fracasso Apesar do aumento do preço do petróleo os demais setores da economia venezuelana encolheram As contas públicas amargam um déficit de 18 do PIB a inflação subiu o controle de preços gerou desabastecimento generalizado sem falar da explosão da violência Caracas ostenta uma taxa de homicídio de 100 mortes por 100 mil

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=461 (2016-02-18)
    Open archived version from archive


  • adBlog | Discriminação politica - por:Tadeu Viapiana
    de todas as cidades Por que então escolher uma cidade especifica para ser a queridinha O fato do prefeito Haddad ser do PT não autoriza o tratamento diferenciado Muitas cidades brasileiras enfrentam os mesmos problemas de São Paulo algumas até piores como é o caso de várias cidades do nordeste Aqui no Rio Grande do Sul por exemplo temos também imensas carências em várias áreas Em rodovias aeroportos na saúde na educação não conseguimos sequer pagar o piso salarial dos professores e nossos presídios são verdadeiras masmorras O governador nem de longe tem a atenção que o Haddad está recebendo do poder central Aliás nem a atenção nem o dinheiro Será que para o governo federal os paulistanos valem mais do que os gaúchos os mineiros os baianos os pernambucanos Se quiser alçar voos mais altos Haddad precisa mostrar competência técnica e política Não pode se escorar no compadrismo e no privilégio político Aliás o governo federal deve outra explicação aos municípios Em 2012 as prefeituras municipais de todo o país deixaram de receber R 425 milhões de reais do Fundo de Participação dos Municípios FPM A tunga resultou da isenção do IPI para a compra de carros e outros bens que reduziram a receita do imposto em R 1 7 bilhão Desse total 25 deveria ir para o FPM e repassado aos municípios Ao conceder as isenções o governo federal reduz o dinheiro dos municípios e o mais grave tira dinheiro da saúde Ocorre que 25 do que cada município recebe deve ser aplicado neste setor Se recebe menos o prefeito aplica menos Ou seja o governo federal prefere vender carros do que melhorar a saúde dos brasileiros Quando a gente lê essas coisas é inevitável pensar que o Brasil não tem jeito mesmo Deixe seu comentário Nome e

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=451 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Começo ruim - por:Tadeu Viapiana
    fragilidade da gestão das contas públicas Hoje todos os que acompanham a política econômica empresários investidores economistas contadores etc sabem que o governo não tem controle dos gastos públicos gasta mais do que deve na manutenção da máquina pública e investe quase nada Como disse a Folha de São Paulo em um de seus editoriais o governo coloca sob risco um patrimônio da política econômica brasileira conquistado a duras penas ao longo de duas décadas Trata se da confiança dos agentes privados nas ações e nos compromissos assumidos pelas autoridades Se o governo como sempre alega espera que os empresários nacionais e estrangeiros realizem investimentos no Brasil o seu comportamento não ajuda na formação de um ambiente de previsibilidade e confiança A contabilidade suja ao contrário reforça ainda mais a percepção de que a política econômica não é confiável Que as regras do jogo podem mudar quando o governo quiser e como quiser Se tudo pode mudar a toda hora como antever o futuro Como isso repercute na vida do cidadão comum De duas formas a mostra que o governo vem gastando mais do que deve no funcionamento de uma máquina pública que presta poucos e ruins serviços públicos b que cedo ou tarde haverá mais aumento de carga tributária para a sociedade pois o aumento das despesas precisa ser coberto por aumento das receitas Como tudo sempre pode ficar pior nas próximas semanas deve sair o número oficial do PIB de 2012 Ao contrário do que prometeu o ministro da Fazenda o ano passado inteiro vai ser um pibinho próximo ou inferior a 1 O Jornal o Estado de São Paulo fez a síntese das manobras contábeis do para criar receitas artificiais em sua edição de 04 01 2013 Confira 1 Operação Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=450 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Visões sobre a liberdade - por:Tadeu Viapiana
    era para consagrar a democracia não para tolhê la Todos os presidentes foram eleitos e cumpriram seus mandatos com exceção dos que como Nixon e Kennedy foram impedidos por razões extremas Lá a lei vale para todos Quem sonega impostos ou desvia dinheiro público vai para a cadeia Não importa quem seja No entanto é claro que nem tudo é maravilha Tem pobreza desigualdade violência mas a imensa maioria dos conflitos é resolvida dentro da lei A enorme legião de advogados que existe no país ao invés de ser o reflexo de uma sociedade conflitiva denota justamente o contrário Ou seja uma sociedade na qual as pessoas buscam e defendem os seus direitos Que têm acesso à justiça O consumidor por exemplo é um rei Se compra um bem não gosta e devolve à loja o dinheiro é imediatamente extornado sem enrolação No Brasil tudo isso soa muito estranho Nossa cultura política é uma mistura de autoritarismo e submissão A República foi proclamada em 1889 mas só tivemos eleições livres entre 1945 e 1964 e a partir de 1988 após a redemocratização No século passado não tivemos mais do que 38 anos de democracia No Brasil a cultura política valoriza o esperto e o jeitinho um comportamento que parte da premissa que a lei não vale para todos que sempre existe uma forma de burlá la Na prática ela só vale mesmo para os pobres Rico raramente vai pra cadeia político então nem se fala Talvez agora com as condenações do mensalão alguns deles finalmente verão o sol nascer quadrado Acreditamos que bom mesmo é aquilo que vem do estado fechando os olhos para a verdade de que as empresas e os serviços estatais com poucas e nobres exceções servem a interesses muito particulares distantes e opostos ao bem comum

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=448 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Por que as obras públicas atrasam e são mais caras? - por:Tadeu Viapiana
    no prazo Em menos de dois anos O novo estádio do Inter está com seu cronograma em dia Será finalizado no início de 2014 Ambas obras privadas Enquanto isso há mais de quatro anos o Aeroporto Salgado Filho aguarda a extensão da pista uma obra simples Dizem que a nova ponte do Guaíba deverá demorar no mínimo 5 anos para ser erguida Não tem nem projeto Em todo o país mais de 60 de todas as obras do PAC estão atrasadas Muitas paralisadas A transposição do Rio São Francisco no nordeste uma das maiores do programa já deveria estar levando água para 12 milhões de nordestinos Apenas 26 das obras do canal estão concluídas mas o custo já atingiu a R 8 2 bilhões 70 acima do previsto Nas áreas de energia saneamento transporte e recursos hídricos apenas 7 foram finalizadas no prazo Um desastre Por que isso acontece As razões são várias Falta de planejamento governamental sistemas de fiscalização falhos corrupção improvisação demagogia falta de punição dos servidores relapsos E por ai vai Mas penso há uma causa mais importante O empresário privado sabe que tempo é dinheiro E jamais contrata sem saber exatamente o que vai pagar Só contrata com projetos detalhados com custos e prazos rigorosamente definidos Se não fizer uma boa gestão o executivo privado é demitido O governo faz o contrário de tudo isso Não percebe que tempo é dinheiro contrata sem saber o quanto vai pagar sem projeto sem os prazos e os custos bem definidos Se o gestor público encarregado da obra não faz direito o seu trabalho não acontece nada Você lembra de algum ministro demitido por incompetência Por corrupção têm vários por incompetência nenhum Enquanto o empresário fiscaliza de verdade o governo finge que o faz Esta é a diferença fundamental

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=447 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | As causas da corrupção - por:Tadeu Viapiana
    é gasto em todo o pais com educação ou saúde A repercussão moral não é menos danosa A corrupção incentiva o vale tudo Aponta um caminho fácil para enriquecer desmerecendo aqueles que trabalham duro para ganhar a vida É um câncer que vais aos poucos destruindo a saúde do corpo social É muito difícil determinar as causas da corrupção mas pode se indicar alguns fatores que incentivam a prática na administração pública Falta de planejamento A ausência de sistemas de planejamento torna menos transparentes e claras as decisões dos governos abrindo lacunas para gastos injustificáveis e desnecessários Centralização Quanto maior a centralização das decisões na esfera federal maior é o volume de recursos envolvidos em licitações contratações e pagamentos Alega se que compras maiores permitem obter preços menores O que se vê no entanto é o contrário Uma reportagem da Folha de São Paulo 20 11 2012 C5 mostrou que os preços de uma cesta de remédios fixados pelo Ministério da Saúde do Brasil é o dobro da média do mercado internacional De 50 medicamentos pesquisados 43 foram tem preços acima da média mundial Alguns chegam ser 250 maiores do que outros países pagam Impunidade A ausência de punição dos agentes públicos envolvidos em corrupção é isoladamente o fator de maior peso entre todos os determinantes do grau de corrupção de um país Não é por coincidência que os países com menor corrupção são os que punem com rigor este tipo de delito De 34 países estudados pela OCDE o Brasil está entre os únicos três que não têm uma legislação específica para punir a corrupção no serviço público A Lei de Responsabilidade Fiscal foi um avanço mas mostrou se insuficiente para aplacar os ilícitos Tolerância social Nos países onde a tolerância social é menor em relação ao descumprimento das

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=446 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | Hora de parar e pensar - por:Tadeu Viapiana
    no ranking do projeto A curva do Aprendizado elaborado pela Economist Intelligence Unit EIU ligada a revista The Economist O ranking espelha a posição de 40 países em três testes internacionais de habilidades cognitivas e desempenho escolar aplicados aos alunos do 5 a 9 ano do ensino fundamenta o Programa Internacional de Avaliação dos Alunos Pisa Tendências Internacionais nos Estudos de Matemática e Ciência Timms e avaliações do Progresso no Estudo Internacional de Alfabetização e Leitura Pirls Além disso considerou ainda dados sobre alfabetização e taxas de conclusão de escolas e universidades Veja os países que estão nas melhores posições http www estadao com br noticias vidae ranking de qualidade em educacao coloca brasil em penultimo lugar 965935 0 htm O mais grave de tudo é que o tempo vai passando e a agenda da educação pública brasileira não muda Como se fosse razoável esperar mudanças substanciais na qualidade da educação das mesmas práticas que vem sendo utilizadas há anos e que nos conduziram à situação atual Mais do mesmo só vai piorar Já temos um diagnóstico bastante detalhado dos nossos problemas Sabemos exatamente quais são as causas do atraso educacional brasileiro Especialistas como o Gustavo Ioschpe já praticamente exauriram

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=442 (2016-02-18)
    Open archived version from archive

  • adBlog | O voto e o cidadão - por:Tadeu Viapiana
    para pensar assim Algumas delas Sabemos que a disputa eleitoral brasileira está longe de ser realmente democrática O desempenho eleitoral dos partidos é largamente determinada pelos recursos que conseguem arrecadar Os partidos grandes ficam com a parte do leão os pequenos com as migalhas Quem você acha que elege mais vereadores deputados e senadores Além disso e por isso os grandes partidos sempre têm maior espaço na propaganda de rádio e televisão para apresentar seus candidatos Para competir as pequenas agremiações dependem de alianças grandes mas dificilmente conseguem liderá las Os grandes sempre aparecem mais e em geral vencem Nosso sistema eleitoral é cheio de furos Um deles para eleger um deputado federal no Rio Grande do Sul é preciso mais de 180 mil votos enquanto no Acre apenas 15 mil Mas na hora de votar as leis em Brasília o voto de ambos tem rigorosamente o mesmo peso Isso faz com que os estados mais populosos e que mais arrecadam sejam subrepresentados em favor dos estados menores Se isso é verdade é legítimo pensar esse sistema é injusto e participar dele é legitimá lo logo não vou votar Finalmente a razão mais importante diz respeito à liberdade A nossa Constituição afirma que todos somos livres Temos portanto o direito e a liberdade de escolher não votar Não sou jurista mas me parece que uma lei que obriga a votar restringe a liberdade do cidadão Se cumpro as leis respeito aos demais e pago os impostos corretamente serei menos cidadão se não votar A ideia de que é somente o voto que define um bom cidadão só existe na propaganda do TSE não na vida real Talvez seja por tudo isso que 44 dos paulistanos disseram ao Datafolha serem contrários ao voto obrigatório FSP 3 11 2012 A8 Se queremos

    Original URL path: http://www.adonline.com.br/ad2005/blog/coluna_detalhes.asp?idBlog=439 (2016-02-18)
    Open archived version from archive