archive-br.com » BR » A » ANCONSULTING.COM.BR

Total: 388

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Impressões - Impressões
    América Latina com excelente participação da platéia 130 pessoas se inscreveram para o evento que contou também com um a apresentação do consultor Hal Hinderliter de um estudo que realizou para a Primir Value added Printing and Finishing for Improved Profitability com novos recursos tecnológicos que valorizam o material impresso Nos próximos dias as apresentações do evento estarão dipsonibilizadas online Passaremos o link aqui palavras chave graphexpo international day at graphexpo npes hamilton costa hal hinderliter alexandre keese fabian ruiz Tag anconsulting mídia impressa hamilton costa Vinod Vittoba da India International Day da NPES 0 Continuar lendo 391 Hits 0 Comentários Nosso seminário em Chicago para os que estiverem na GraphExpo agora em setembro Hamilton Terni Costa Sexta 28 Agosto 2015 Impressões Tag hamiltoncosta graphexpo npes 0 Continuar lendo 370 Hits 0 Comentários As 6 principais dicas na demonstração de vendas de web to print para os clientes publicado por Jeniffer Matt em 26 8 Hamilton Terni Costa Quinta 27 Agosto 2015 Impressões A demonstração de vendas de web to print para os clientes é uma parte muito importante do seu processo de vendas Para muitos gráficos esse é um novo território mais do que falar sobre capacidade de produção qualidade de impressão prazos de entrega e gestão de contas agora você está demonstrando uma tecnologia aos seus clientes que eles utilizarão ao fazer negócios com você Tag hamilton costa anconsulting impressos gráfica vendas 0 Continuar lendo 517 Hits 0 Comentários Evento sobre embalagens com a NPES Hamilton Terni Costa Terça 14 Julho 2015 Impressões Estamos retomando os eventos ANconsulting neste ano desta vez para a NPES dos Estados Unidos no dia 6 de agosto na Escola Senai de Barueri A NPES é a organizadora das grandes feiras gráficas daquele país e reune como associados os fabricantes de equipamentos e insumos para a área gráfica Dentro da NPES há um instituto de nome Primir responsável por pesquisas análises e estudos voltados ao setor gráfico Nesse evento apresentaremos um estudo feito pela Primir em 2013 sobre os mercados de embalagens impressas nos países emergente Daremos ênfase ao mercado brasileiro mostrando projeções para as embalagens em cartão flexíveis e produção de rótulos Como contraposição a esse estudo faremos três painéis com empresas diretamente envolvidas com esses mercados para termos sua opinião sobre o momento atual e perspectivas para os próximos anos Além disso no painel de rótulos proporemos uma discussão sobre a utilização da impressão digital na produção de embalagens Importantes empresários desses segmentos estarão conosco abrilhantando um evento que deve ser acompanhado por aqueles que trabalham ou querem trabalhar nesse setor Sidney Anversa Flavio Marques Marina Romiti Nelson Teruel Sergio Brusco Helio Tunchel e outros O programa segue abaixo e as inscrições podem ser feitas no site indicado Esperamos todos lá 9 00am 9 15h abertura Palavras de bem vindos pelo diretor da NPES e empresas patrocinadoras 9 15am 9 45am Packaging in Emerging Markets Embalagens nos mercados emergentes focando Brasil por Hamilton Costa ANconsulting NPES 9 45 10 30am Mercado

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/categorias-easyblog/impressoes?limit=5&limitstart=0 (2016-01-29)
    Open archived version from archive


  • Impressões - Impressões - Pagina 11
    digital para a criação de alternativas importantes para a comunicação dos clientes e criam um tal fluxo de trabalho que a área de offset começa a viver também em função da demanda do digital Como a Laborprint por exemplo e outras que se dedicam a impressões estáticas em offset e variáveis em PB e coloridas nas digitais A busca dessas soluções impactam de tal forma as empresas que as adotam que o processo de inovação na busca de novas e produtivas respostas ao cliente passam a fazer parte do seu dia a dia Inovar pois é preciso Em especial para sair de mercados cada vez mais competitivos que diminuem margens e comprometem o crescimento Nesse aspecto a utilização de equipamentos e fluxos digitais são alternativas cada vez mais necessárias e viáveis 0 Continuar lendo 36486 Hits 0 Comentários Os dilemas da gráfica na hora de diversificar Hamilton Terni Costa Domingo 27 Fevereiro 2011 Impressões Publicado na Revista de Tecnologia Gráfica 75 0 Continuar lendo 96148 Hits 0 Comentários O novo Volly da Pitney Bowes significa o fim do papel no mailing de contas Hamilton Terni Costa Terça 11 Janeiro 2011 Impressões Na semana passada a Pitney Bowes anunciou nos Estados Unidos um novo sistema digital de entrega segura de documentos chamado Volly que permite aos usuários receber ver organizar e gerenciar contas extratos malas diretas catálogos cupons e outros conteúdos de várias origens usando uma mesma aplicação Esse sistema que estará disponivel nos Estados Unidos no segundo semestre de 2011 permitirá aos emissores de documentosuma significativa redução de custos em postagem e impressão e ao mesmo tempo fornece ao usuário um sistema livre de spans que lhe permitirá controlar seu conteudo pessoal Na primeira leitura parece mesmo a panacéia e sem dúvida fará brilhar os olhos de muita gente da área financeira em especial os gestores de cartão de crédito Por outro lado esse sistema visa a atender a muitos usuários ainda que minoria hoje que querem receber seus documentos on line e não em papel Digo minoria porque ainda a grande maioria das pessoas prefere receber suas contas em papel pois entendem como mais seguro e mais confiável A idéia do lançamento é proporcionar seja aos emissores quanto aos receptores dos documentos a melhor opção de entrega desse conteudo Seja em digital através de email SMS ou outo meio incluindo o papel de forma integrada Do ponto de vista do usuário não deixa de ser algo atrativo e do ponto de vista do emissor também pois segundo a Pitney faz parte da oferta do sistema ferramentas que lhes permitirão estabelecer contatos eletrônicos com seus clientes Esse sistema é uma ampliação do portafoli de CCM customer communication management da Pitney que po sua vez é uma empresa que há 90 anos vem trazendo soluções na área postal e ajuda hoje através de seus equipamentos e sistemas a executar e postar bilhões de correspondencias anualmente O lançamento do Volly indica também uma parceria com a Broadbrige empresa americana especializada no processamento seguro de informações em especial na área financeira O Volly como evolução dos sistems digitais da Pitney pode funcionar como uma tecnologia diruptiva na emissão de impressos transacionais O que você acha O Volly e sem dúvida outros sistems que virão acabarão por substituir o papel na emissão de documentos transacionais Opine abaixo Clique e Veja o video sobre o Volly 0 Continuar lendo 67027 Hits 0 Comentários Perspectivas para la Industria Gráfica Latinoamericana en 2011 Hamilton Terni Costa Quinta 02 Dezembro 2010 Impressões Segue nosso artigo recém publicado na Revista Artes Gráficas com circulação na América Latina http www artesgraficas com ag secciones AG ES MAIN IN ARTICULOS doc 80698 HTML html idDocumento 80698 Al parecer 2011 será otro año de crecimiento aunque con índices ligeramente inferiores a los del año anterior y en medio de una creciente preocupación por la evolución de las tasas de cambio La revista The Economist en un reportaje especial sobre América Latina Nobody s backyard The rise of Latin America Sep 9th 2010 llama la atención sobre el hecho de que la región a pesar de haber sufrido con la recesión mundial de 2009 no sólo se ha recuperado en 2010 sino que conserva un ritmo gradual de crecimiento de incorporación de personas a la denominada nueva clase media y de reducción gradual de la pobreza Lejos aún de índices de vida comparables con los de los países desarrollados ha mostrado una estabilidad que parecía imposible hace pocos años La región alcanzó en 2010 una tasa de crecimiento superior a la de Europa y a la de Estados Unidos apoyada en políticas económicas más equilibradas fuerte facturación de commodities condiciones financieras internacionales favorables y una todavía débil pero consistente democracia en la mayoría de los países cuya opinión respalda las políticas económicas seguidas Un escenario nada común en la historia de la región caracterizada por altos y bajos y una extrema vulnerabilidad El reportaje también enfatiza la necesidad de continuar el proceso de mejoramiento en especial aplicando controles fiscales ajustados a esa nueva realidad El reflejo de estos cambios económicos en la industria gráfica puede percibirse con claridad La mayoría de los mercados se ha recuperado en 2010 al ser comparados con 2009 algo que puede apreciarse en las opiniones de empresarios de distintos países Por supuesto la comparación con un año débil favorece el mejoramiento de los índices pero aún así el escenario es más optimista Qué puede esperarse de 2011 Al parecer 2011 será otro año de crecimiento aunque con índices ligeramente inferiores a los del año anterior y en medio de una creciente preocupación por la evolución de las tasas de cambio Esto se refleja en la proyección del FMI para el PIB agregado de la región 5 7 para 2010 y 4 para 2011 véase tabla 1 Cómo afecta este cuadro macroeconómico al sector gráfico Veamos En la zona del Mercosur se destacan Argentina Brasil y Chile como los mercados gráficos más fuertes Según Anselmo Morvillo presidente de A

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/categorias-easyblog/impressoes?limit=5&start=50 (2016-01-29)
    Open archived version from archive

  • Impressões - Impressões - Pagina 12
    emergentes acrescento mais duas Urbanização hoje o número mundial de habitantes nas cidades já ultrapassa com sobra os habitantes do campo e Ascensão da Classe Média fenômeno que vemos com clareza aqui no Brasil mas que se repete em quase todos os emergentes como China Índia Polônia Rússia México e vários outros e que levará em alguns anos a ser a classe econômica predominante mundialmente com todas as suas implicações de demanda como já analisado em 2008 por Jim O Neil o mesmo inventor do termo Brics no seu estudo Expanding the Middle 4 Todas essas tendências é claro impactam a indústria gráfica e conhecê las saber lidar com elas fará toda a diferença no futuro da indústria ou do seu negócio se você for um impressor O novo estilo de vida altera a forma com que as pessoas e as empresas se comunicam e isso altera todo o quadro envolvendo o futuro da gráfica Para começar é preciso dizer que já não há hoje qualquer produto gráfico com poucas exceções como embalagens que já não tenham um substituto eletrônico Com maior ou menor aceitação do usuário Pela decisão do usuário E essa decisão se dá pela comodidade custo e benefícios proporcionados por esse produto Pela experiência positiva proporcionada pela sua conveniência e pelo valor que o usuário nele enxerga E aí reside toda a diferença entre morrer e sobreviver No benefício proporcionado ao usuário Novas tecnologias podem proporcionar esses benefícios melhor que o produto impresso As que podem chamamos de diruptivas pois são as que tornam obsoletas as tecnologias que substituem como o CD fez com disco de vinil Será que o ebook por exemplo fará o mesmo com o livro em papel As cadeias de valor e as tecnologias diruptivas Costumo dividir o setor gráfico em cinco cadeias básicas de valor Produtiva Marketing Documentação Conteúdos Consumidor Na cadeia produtiva estão inseridos todos os produtos e serviços gráficos relacionados diretamente com as linhas de produção ou produtos do cliente são as embalagens de forma geral rótulos etiquetas bulas etc Na cadeia de marketing toda uma infinidade de produtos relacionados a comunicação e expressão social dos clientes como folhetos folders propagandas impressas mídias externas como outdoors e sinalizações mídia internas de todos os tipos como cartazes sinalizações etc Cartões sociais e de visita também se enquadram por aí Pelo lado da documentação entram todos os produtos e serviços relativos a documentos corporativos e sua gestão formulários notas fiscais documentos transacionais como extratos contas boletos e carnês impressos de segurança cartões de crédito etc Os chamados tranpromos mescla de documentos transacionais e de marketing podem estar em qualquer das duas categorias de comunicação Na cadeia de conteúdos estão os jornais livros revistas guias e diretórios em geral E na de consumidores estão os produtos de venda direta como cadernos artigos escolares e de papelaria em geral Se olharmos para esse conjunto de produtos que são a base da indústria gráfica não há dúvidas que muitos deles estão agora sob o fogo cruzado das novas tecnologias digitais E serão substituídos toda vez que essas novas tecnologias proporcionarem uma melhor experiência e valor para seus usuários da mesma forma com que o produto impresso foi uma tecnologia diruptiva há vários séculos e predominou como meio dominante por quase todo esse tempo Na cadeia de comunicação de marketing por exemplo a concorrência da mídia impressa aumentou consideravelmente Hoje em dia as empresas precisam se comunicar de forma diferente em diferentes meios Se até pouco tempo a comunicação era uma divisão entre material impresso e divulgação em rádio e televisão hoje uma comunicação para ser mais efetiva usam se diversos meios o email o celular as redes sociais o youtube e por aí vai quadro 3 De acordo com a mensagem o público alvo a quantidade a verba e a mensuração da resposta mais do que um desses meios será utilizado Até mesmo a impressão quando for conveniente Eliminando desperdícios imprimindo se o volume mais próximo do consumo previsto ou o exato consumo É o caso da impressão digital Imprimi se o que se vai usar Reimprime na medida da necessidade Minha amiga Barbra Pellow da InfoTrends comentou outro día em uma sua apresentação feita na GraphExpo dirigindo se aos profissionais de marketing que não se deve mais pensar em campanhas mas sim em conversação Pois as pessoas e os consumidores estão agora o tempo todo conectadas em algum tipo de mídia E se a mensagem for relevante e dirigida cria se efetivamente um diálogo direto com seu público ou pessoa alvo Muito certo Na produção de embalagens as pressões são outras Elas passam a ter uma importância fundamental na decisão de compra dos consumidores onde segundo Fábio Mestriner 5 70 da decisão de compra do consumidor final se dá na frente da gôndola que está cada dia com mais variedades de cada produto O design a funcionalidade o impacto e a experiência positiva causada no consumidor cada vez mais informado são fatores decisivos o que implica na busca de novos materiais envolvimento nos projetos e logísticas de produção por parte das gráficas que precisam estar preparadas não somente para volume mas também para a diversidade e segmentação dos mercados Na produção de documentos por outro lado mais do que a reprodução de extratos ou boletos ou notas a grande oportunidade e desafio está na análise dos processos dos clientes e aí entram soluções que vão da TI com novos softwares até a inteligência de marketing data mining e data base s gerando mais resultados reduzindo custos e criando produtos como o transpromo Na reprodução de conteúdos o desafio está na oferta de gestão e nas diversas possibilidades de disponibilização de conteúdos para os clientes A geração é deles a viabilização e disponibilização é sua Web sites CDs e ebooks incluídos Na venda ao consumidor a internet e as aplicações web to print já são e serão cada vez mais relevantes Especialmente para os que criarem boas experiências aos seus clientes permitindo que participem do processo de criação de novas peças personalizand o on line Entre no site da VistaPrint a maior vendedora de produtos gráficos tradicionais do mundo e veja como se faz www vistaprint com br Ou na M by Staples onde você pode personalizar e criar toda a sua papelaria www mbystaples com Portanto o futuro da gráfica está diretamente relacionada a resposta que ela pode dar aos seus usuários em termos de benéficos e experiências positivas Onde ela for mais barata acessível e eficiente ela será usada Se não será descartada Isso vale para as grandes medias e pequenas tiragens Se antes imprimir 5 000 folhetinhos e distribuí los nas redondezas anunciando uma nova pizzaria no bairro era uma maneira barata e eficiente de fazer uma propaganda hoje pode não ser se a mesma pizzaria tiver uma relação de emails da região ou mesmo se tiver um blog chamativo ou mesmo um perfil atrativo no Orkut ou criar uma difusão boca a boca ou celular a celular no twitter Se antes imprimir 1 milhão de livros escolares e criar uma intensa rede de distribuição nas escolas era adequado hoje disponibilizá los e atualizá los eletronicamente como já fazem a Califónia e a Flórida para determinados graus do ensino médio pode ser mais eficiente Pelo menos por lá Hoje um ebook pode ser mais conveniente e adequado para muitos do que livros em papel seja pela rapidez de acesso comodidade falta de espaço ou qualquer outro requisito Não é predominante ainda mas pode ser diruptivo O desafio que o gráfico tem é o de procurar ampliar o seu entendimento daquilo que ele pode fornecer aos seus clientes e não restringir se somente ao material impresso Seu desafio é entender as necessidades do cliente em termos de comunicação ou documentação ou estoques ou logística e ajudá lo nesse sentido Para isso ele tem que fazer a transição das novas mídias entender seu funcionamento adotá las e ajustá las na medida do possível na sua própria oferta Inocular se com elas como uma vacina segundo prega sabiamente o Dr Joe Webb que cito abaixo O gráfico do futuro dos próximos anos terá de ser mais um gerenciador da logística de comunicação dos seus clientes do que impressor quadro 4 na feliz observação do Dr Joe Webb e Richard Romano em seu último livro 6 onde na capa clientes postados diante da prensa de Gutemberg vendo um material sendo arduamente impresso portam um novíssimo iPad da Apple A gráfica do futuro e do futuro imediato a nova gráfica expressão que cunhamos anos atrás terá de ser mais flexível mais conectada aos seus clientes sustentável e mais digital Ela se ajusta as novas demandas dos clientes entendendo suas necessidades de comunicação e de projetos através da ampliação da oferta de serviços tradicionalmente não gráficos por isso mais flexível Seus processos se integram aos processos dos clientes com operações on line que reduzem tempo e custos por isso mais conectada Suas interfaces são eletrônicas e seus processos de produção são mistos com variabilidade por isso mais digitais E sustentável claro se quiser sobreviver Se os mercados emergentes como o brasileiro ainda crescem em sua base pela incorporação de novos consumidores ávidos em usar cartões de crédito e de débito gerando extratos se abastecem mais em supermercados usando seus tablóides de promoção viajam mais tirando e imprimindo fotos compram mais carros com manuais expandem as cidades médias fazendo novos centros crescerem mais do que os centros desenvolvidos e com isso aumenta se ano a ano o numero de gráficas existentes ao mesmo tempo saltam etapas e se envolvem com rapidez no mundo digital A transição para um novo modelo Essa expansão especialmente no mercado brasileiro poderá dar ainda um tempo de adaptação pouco tempo de ajuste ao gráfico tradicional onde sua principal barreira não é a tecnologia mas sim sua cabeça e sua visão O principal fator de mudança para o futuro cada vez mais imediato é a mudança mental para enxergar seu negócio sob outra perspectiva E isso sabemos não é fácil mas passo algumas das etapas a serem cumpridas 1 Pensar nos não clientes os que não usam hoje intensamente produtos gráficos mas se utilizam de outros meios de comunicação 2 Conhecer e usar na própria empresa os novos meios de comunicação Habituar se com eles e através deles 3 Pensar nas futuras aplicações e não planejar o passado Em geral quando projetamos o futuro recriamos o passado Nesse caso é mortal 4 Tirar o foco da impressão entender e desenvolver um fluxo de trabalho que o possa conectar aos clientes aos processos dos clientes Imprimir é só um dos serviços possíveis Daqui a alguns anos pode não ser mais o principal Já não o é para muitas empresas 5 Acompanhar os trabalhos de ponta a ponta e entender as dificuldades dos clientes Em geral o gráfico se desconecta do trabalho depois de entregue Saber seu uso e em especial seu desperdício 6 Medir resultados fora e dentro Quanto mais auxiliar seus clientes a medir a resposta do trabalho feito maior a chance de continuar a fornecer O mesmo vale para dentro de casa A gráfica em geral tem muitas deficiências de controle 7 Trabalhar em rede buscar parcerias complementares e suplementares Buscar parceiros e gerar redes conjuntas de fornecimento Ou pertencer a uma rede a uma franquia Aumenta a oferta e dilui custos Essa pode ser a saída para muitas gráficas especialmente de pequeno porte O meio impresso irá perdurar ainda por um bom tempo Não há dúvidas que ainda teremos materiais impressos daqui a mais de 20 anos Porém sofrerá cada vez mais concorrência de novas tecnologias como já vimos O negócio gráfica por outro lado poderá perdurar ainda mais se souber incorporar essas tecnologias ao seu conjunto de ofertas e gerar os benefícios buscados pelos seus clientes Quem o fizer verá 1 Pira WWW pira international com consultoria inglesa especializada nas cadeias de suprimento de papel embalagem e indústria gráfica O estudo aqui referido é o World Wide Market for Print o maior estudo mundial vigente sobre a indústria gráfica Esse estudo também é divulgado através da Primir WWW primir org associação norte americana de pesquisas no setor gráfico pertencente a NPES WWW npes org associação norte americana dos fabricantes de equipamentos e insumos para a indústria gráfica editoração e conversão 2 Em seu livro Disrupting the Future Dr Joe Webb e Richard Romano definem que as tecnologias potencialmente diruptivas devem proporcionar uma experiência ao usuário melhor do que a tecnologia que pretendem substituir 3 Zukunfts Institut WWW zukunftsinstitut de 4 Estudo elaborado pela equipe econômica do banco Gorldman Sachs chefiada pelo economista Jim O Neil lançado em julho de 2008 com o titulo The Expanding Middle The Exploding World Wide Middle Class and Falling Global Inequality Segundo o estudo cerca de 70 milhões de pessoas por ano globalmente estariam entrando nesse grupo de riqueza definido por aqueles cuja renda familiar se situa entre US 6 000 e US 30 000 dólares por ano em termos de poder de compra paritária Fenômeno que persistiria por pelo menos 20 anos sendo que a partir de 2030 seriam incorporados cerca de 90 milhões de pessoas anualmente Ainda que se observe esse fenômeno em vários países como Brasil Índia e China o estudo foi algo eclipsado pela crise mundial que eclodiu dois meses depois de sua publicação 5 Fábio Mestriner premiado inovador na área de embalagens ex presidente da Abre associação brasileira de embalagens e coordenador da pós graduação de Embalagens da ESPM em São Paulo 6 Extraído do livro Disrupting the Future the uncommon wisdon for navigating print s challenge marketplace Rompendo o futuro uma visão incomum para navegar no desafiador mercado da gráfica Estamos traduzindo este livro para o português e deverá ser lançado no principio de 2011 0 Continuar lendo 96549 Hits 0 Comentários O computador nas nuvens e a invisibilidade da impressão Hamilton Terni Costa Sábado 20 Novembro 2010 Impressões nosso artigo na edição atual da revista Desktop Creio que todos já sabem do que se trata quando falamos de cloud computing ou o computador nas nuvens mas mesmo assim só para não ter dúvidas isso significa que há uma tendência inquestionável de que cada vez mais os programas que rodamos nos nossos computadores estarão instalados em grandes servidores e não no nosso disco rígido Com acesso via internet que passa a ser a plataforma de operação podemos fazer as mesmas ou mais operações que fazemos hoje corriqueiramente Acesso de qualquer lugar por isso nas nuvens como alias já são os programas office oferecidos pelo Google A utilização dessa nova plataforma não só vem crescendo como abre amplas e novas possibilidades de aplicações Entre elas a impressão não necessariamente numa gráfica mas também nelas Agora em setembro por exemplo Vyomesh Joshi o vice presidente executivo mundial da divisão de imagem e impressão IPG da HP em evento em Nova Iorque denominado encontro da inovação declarou que o computador nas nuvens está tomando conta inclusive da impressão O evento serviu para mostrar as novas aplicações da empresa para fazer o que ele chamou de construir o espaço entre o digital e o físico pois as pessoas querem poder imprimir de onde estejam do aparelho que estejam usando celular ou suas impressoras de mesa Pouco falou sobre as linhas Índigo mas o conceito foi reforçado trabalhar na impressão sob demanda do que está digital e que se queira materializar sejam fotos ou documentos em geral No seu entusiasmo ele prevê que até 2012 pelo menos 12 bilhões de páginas serão impressas a partir de smartphones Sei que isso pode parecer longe da realidade da maioria dos impressores gráficos mas é mais um exemplo da maneira como as coisas estão evoluindo no sentido da interatividade entre o digital e a impressão ainda que não seja necessariamente pela forma hoje tradicional Mas aí é que está o ponto As forma das pessoas e empresas se comunicarem está se alterando e com isso a forma delas usarem os produtos gráficos Em recente palestra sobre o futuro da gráfica com excelente participação da platéia no debate que é empolgante e necessário voltei um pouco no tempo para recolocar alguns conceitos que trabalhamos há alguns anos quando buscávamos a promoção do setor A indústria gráfica é uma indústria invisível pois os usuários finais de seus produtos o enxergam pela utilidade que eles tem leitura informação conservação documentação etc e não pela sua reprodução em si Essa parte enxergamos nós que trabalhamos com ela não os usuários Eles vêem livros revistas carteira de identidade u cartão de crédito Eles e nós mesmos em nosso cotidiano portanto vão sempre usar o que lhes é mais prático mais conveniente mais econômico Por isso substituem o produto gráfico quando há algo melhor mais usável E nisso o gráfico tem que ficar atento pois da utilidade virá a substituição do produto que fazem e a tendência que determinará o que se poderá fazer amanhã Interessante portanto essa história de buscar a impressão nas nuvens que os gigantes como a HP estão trazendo para a realidade Sem explorar muito aqui o que o cloud computing pode alterar no próprio fluxo de trabalho e a interação com os clientes na criação desenvolvimento tipo e mix de mídia a ser usada e entrega dos seus materiais de comunicação e de documentação Pense você também em que essas coisas poderão te facilitar e em como isso pode alterar o seu negócio Mude sua perspectiva e busque oportunidades nas nuvens antes que vire uma tempestade 0 Continuar lendo 121740 Hits 0 Comentários Os novos horizontes da impressão digital uma visão da GraphExpo 2010 Hamilton Terni Costa Sábado 20 Novembro 2010 Impressões nosso artigo mais recente na revista Publish A feira gráfica GraphExpo realizada em Chicago no começo de outubro trouxe uma gama de novos lançamentos e anúncios na área de impressão digital mostrando uma evolução interessante e complementando o que foi mostrado na Ipex na Inglaterra em maio e

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/categorias-easyblog/impressoes?limit=5&start=55 (2016-01-29)
    Open archived version from archive

  • Impressões - Impressões - Pagina 13
    the survey results show that the B2B community is already excited about the possibilities provided by new transpromo technologies such as full colour envelope printers Hina Sharma Head of Brand and Content Development Pitney Bowes comments Whilst transpromo has been widely discussed in the media and in business circles these findings show that it is now a reality Previously much of the focus has centred on transpromo being used to communicate with consumers These findings clearly show that this view neglects the wider appeal of transpromo to target business decision makers transpromo is being used by the B2B community in the same way as by those targeting consumers The report Transpromo takes off for B2B Communications is available free from pitneybowes co uk and is the first in a series of 6 reports focusing on the Business to Business arena in Europe and the US About Pitney Bowes Celebrating its 90th year of innovation Pitney Bowes provides software hardware and services that integrate physical and digital communications channels Long known for making its customers more productive Pitney Bowes is increasingly helping other companies grow their business Pitney Bowes is a 5 6 billion company and employs 33 000 worldwide Pitney Bowes Every connection is a new opportunity www pb com 0 Continuar lendo 52711 Hits 0 Comentários A cara da Nova Gráfica uma visão da Ipex 2010 Hamilton Terni Costa Segunda 05 Julho 2010 Impressões nosso artigo na última revista Desktop Já faz algum tempo que cunhei durante palestras e artigos a expressão a nova gráfica para designar como empresas gráficas estavam inovando seu modelos de negócio produtos e serviços para atender às novas necessidades de comunicação e redução de custos de processo dos seus clientes O uso das aplicações em impressão digital sempre foi importante como indicação de caminhos e possibilidades e em especial nos projetos de inovação abertos pela tecnologia digital A Ipex 2010 realizada no final de maio me fez lembrar essas colocações e mostrou de vez que o processo de mudança que vimos no setor gráfico nos últi mos 10 anos caminha a passos largos para a consolidação dos processos automatizados repetitivos e controlados por um lado e de outro mostra as amplas possibilidades de criação de comunicações interativas entre os meios físicos e digitais Para muitos a última Drupa foi um verdadeiro choque ao mostrar essas tendências A Ipex somente demonstra que os protótipos da Drupa já estão na rua e irão gradualmente mudar a cara do setor ainda que de forma um pouco mais lenta nos países emergentes como o Brasil Vejamos nesta Ipex 70 do espaço ocupado estava relacionado ao digital recorde em feiras desse porte A demonstração das máquinas inkjet em folhas e rotativas mostra claramente os caminhos da velocidade e qualidade dos impressos Até mesmo a Xerox que tem a maior linha de equipamentos todos em base toner anuncia sua primeira rotativa inkjet Esses equipamentos são os que têm maior potencial para o crescimento da impressão digital em maiores volumes sejam

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/categorias-easyblog/impressoes?limit=5&start=60 (2016-01-29)
    Open archived version from archive


  • Lançado o livro Rompendo o Futuro Fev 12 Publicado por Hamilton Terni Costa em Impressões Pessoal finalmente saiu o livro do Dr Joe Webb e do Richard Romano que traduzimos

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/blog/entry/lancado-o-livro-rompendo-o-futuro?tmpl=component&print=1&format=print (2016-01-29)
    Open archived version from archive


  • uma opção É uma necessidade Fev 07 Publicado por Hamilton Terni Costa em Impressões Novo artigo da Barb Pellow sobre um tema que é cada vez mais importante a partir

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/blog/entry/web-to-print-nao-e-mais-uma-opcao-e-uma-necessidade?tmpl=component&print=1&format=print (2016-01-29)
    Open archived version from archive


  • Não há mais vendedores na indústria gráfica Out 03 Publicado por Hamilton Terni Costa em Impressões nosso artigo na revista Abigraf de setembro PRINT

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/blog/entry/nao-ha-mais-vendedores-na-industria-grafica?tmpl=component&print=1&format=print (2016-01-29)
    Open archived version from archive


  • transição tecnológica em uma indústria em transformação Out 03 Publicado por Hamilton Terni Costa em Impressões nosso artigo na revista Abigraf com análie sobre a drupa e repercussões no setor

    Original URL path: http://www.anconsulting.com.br/blog/entry/a-transicao-tecnologica-em-uma-industria-em-transformacao?tmpl=component&print=1&format=print (2016-01-29)
    Open archived version from archive