archive-br.com » BR » C » COLGATE.COM.BR

Total: 949

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • O que é fissura labial/palatina?
    céu da boca e a base do nariz Durante a gestação o maxilar superior do bebê não se fecha como deveria deixando uma falha A fissura palatina é um problema mais grave que a fissura labial embora ambos requeiram uma cirurgia corretiva Dificuldades de alimentação de respiração e de fala além de problemas psicológicos são algumas das dificuldades enfrentadas por uma criança com fissura labial ou palatina A fim de se corrigir esse problema é aconselhável tratar se com uma equipe médica incluindo um cirurgião plástico cirurgião bucomaxilo facial otorrinolaringologista especialista em orelha nariz e pescoço cirurgião dentista e um ortodontista Como saber se o meu bebê tem uma fissura labial ou fissura palatina O obstetra que fizer o seu parto provavelmente lhe dirá imediatamente se o bebê tem uma fissura labial ou palatina A fissura labial é facilmente reconhecível Uma fissura palatina pode variar em tamanho desde uma pequena fenda até um grande orifício no céu da boca e se tornará aparente logo após o nascimento se não de imediato Quanto um bebê com fissura palatina tenta se alimentar os alimentos líquidos podem sair pelo seu nariz problema que pode ser controlado com o auxílio de mamadeiras especiais e outros cuidados até que o bebê tenha idade suficiente para ser submetido à cirurgia Como são tratados os casos de fissura labial ou fissura palatina Fechar uma fissura labial através de cirurgia é mais simples do que corrigir uma fissura palatina O procedimento é geralmente realizado nos três ou quatro primeiros meses de vida e a cicatriz tende a desaparecer com o passar do tempo No caso de uma fissura palatina a cirurgia é adiada até que a criança complete um ou dois anos de vida quando o maxilar superior já alcançou seu crescimento normal Se o problema é extenso

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/cleft-lip-palate/article/what-is-cleft-lip-Cleft-palate (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Fenda palatina e os dentes de seu filho
    e saudável sorriso O que é uma fenda Fendas são defeitos congênitos comuns De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças cerca de 2 651 bebês nascem a cada ano nos Estados Unidos com uma fenda no palato também conhecido como céu da boca Algumas crianças nascem com uma fissura labial que não é tão séria quanto uma fenda palatina e outras nascem com fissuras no lábio e palato Durante os primeiros meses de gravidez esse defeito pode se desenvolver se os tecidos que formam o céu da boca ou os lábios não se juntarem corretamente O bebê nasce então com uma abertura no céu da boca e no assoalho do nariz ou uma fissura no lábio Embora a causa ainda não esteja clara alguns fatores podem aumentar o risco Mulheres que fumam durante a gravidez e mulheres diagnosticadas com diabetes antes de engravidar têm um maior risco de dar à luz uma criança com fissura Acredita se que a dieta materna o uso de medicamentos e a exposição ambiental possam influenciar Esse defeito não costuma ser de família Como os dentes são afetados Uma fenda palatina pode levar a problemas dentários que afetam os dentes do bebê e do adulto O posicionamento o tamanho o formato e o número de dentes podem ser afetados Com os devidos cuidados dentários no entanto uma criança que tenha nascido com esse defeito ainda pode ter um sorriso saudável Uma das primeiras coisas que os pais podem fazer é marcar uma consulta odontológica imediatamente Fale com o dentista do seu filho sobre quando fazer essa primeira consulta Quando o caso for uma fissura você agendar uma consulta para o seu filho bem antes de ele completar um ano Uma consulta no início é essencial para o reconhecimento de potenciais problemas

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/cleft-lip-palate/article/sw-281474979163038 (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Estudo examina o efeito da fissura labial da criança na perspectiva familiar
    estudo no Cleft Palate Craniofacial Journal A fissura labial e a palatal comumente conhecidas como FLP são anomalias congênitas que ocorrem quando os tecidos que formam o céu da boca e o lábio superior não se unem antes do nascimento De acordo com a fundação March of Dimes cerca de 6 8 mil crianças nos Estados Unidos nascem com FLP a cada ano A maioria das pesquisas anteriores sobre FLP concentrou se nos indivíduos portadores de FLP e não em suas famílias e examinou predominantemente os aspectos negativos de possuir CLP e não nos positivos de acordo com os autores deste estudo mais recente Os autores aplicaram um modelo chamado de modelo de resiliência do estresse familiar ajuste e adaptação para melhor entender o efeito da FLP nas famílias Membros das famílias com crianças portadoras de FLP foram questionados sobre suas opiniões sobre estratégias para lidar com a situação apoio social implicações psicológicas ajuste e impacto familiar Os autores constataram que o impacto que uma criança com FLP exercia na vida dos membros da família dependia do nível de apoio social que recebiam Aqueles que tinham pessoas com quem conversar que experimentavam um entrosamento dedicando se a várias atividades e que eram capazes de receber ajuda prática e tangível saiam se muito melhor do que aqueles sem tal apoio Famílias cujas crianças eram mais jovens e tinham múltiplos problemas de saúde experimentavam maior impacto pela FLP Entretanto ao contrário de outros relatórios as estratégias para lidar com a situação e os níveis de apoio não eram afetados por essas condições O apoio social estava presente independentemente da idade da criança segundo os autores Os resultados deste estudo podem ajudar pesquisadores a desenvolver estratégias para assistir as famílias com crianças portadoras de FLP e melhorar o ânimo das famílias ao lhes

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/cleft-lip-palate/article/ada-06-study-examines-effect-of-childs-cleft-lip-on-family-outlook (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Problemas cardíacos e gengivite
    acontece A gengivite é uma infecção bacteriana que pode ter efeitos à distância da sua boca Com relação a problemas cardíacos há uma teoria que diz que a gengivite permite às bactérias entrarem na corrente sangüínea e aderirem aos depósitos de gordura existentes nos vasos do coração Isto pode causar coágulos e provocar um problema cardíaco O relatório do Ministério da Saúde dos Estados Unidos sobre saúde bucal afirma que a saúde bucal é parte integrante da saúde geral Por isso escove os dentes use fio dental e enxaguatório e vá ao dentista regularmente Com relação à saúde bucal existem recomendações especiais para quem tem problemas cardíacos Para uma perfeita saúde bucal você deve Manter sua boca saudável Isto é escovar os dentes usar fio dental diariamente e consultar o dentista regularmente Informe seu dentista a respeito de seu problema de saúde geral Siga com cuidado as instruções do dentista e de seu médico e use os medicamentos como antibióticos por exemplo de acordo com as indicações Os procedimentos dentários oferecem algum risco a quem tem problemas do coração Se você tiver certos problemas cardíacos existe a possibilidade de você desenvolver uma endocardite bacteriana uma infecção do revestimento interno do coração ou das válvulas Um sangramento na boca pode permitir que certas bactérias bucais entrem no sistema sangüíneo e atinjam as válvulas ou tecidos que foram enfraquecidos por um problema cardíaco préexistente Nesses casos a infeção pode danificar ou mesmo destruir as válvulas e os tecidos do coração Há precauções que você deve tomar se estiver enquadrado em algum dos itens abaixo Válvulas artificiais Histórico de endocardite Defeitos cardíacos congênitos Válvulas cardíacas danificadas por problemas como por exemplo febre reumática Prolapso da válvula mitral com sopro Miocardiopatia hipertrófica Não deixe de conversar com seu dentista sobre qualquer problema cardíaco que

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/heart-disease/article/heart-disease-and-gum-disease (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Mau hálito decorrente de problemas estomacais
    que pode ser feito Úlcera Em alguns casos as úlceras são causadas por bactérias que causam mau hálito Pesquisadores relataram na ScienceDaily importante publicação científica no mundo a confirmação de que a bactéria conhecida como Helicobacter pylori H pylori que causa úlcera no estômago pode causar mau hálito na boca Felizmente os antibióticos oferecem um tratamento eficaz para eliminar a bactéria que causa úlcera no estômago Há informações conflitantes de que a úlcera por si não causa mau hálito uma vez que a H pyori não possui odor desagradável No entanto o estudo acima demonstrou que pacientes com a H pylori também tinham Prevotella intermedia uma das mais conhecidas bactérias periodontais Se você tem mau hálito e úlcera verifique com o seu médico se eles estão relacionados Problemas de refluxo Outra causa de mau hálito decorrente do estômago é o problema de refluxo gastresofágico Esse problema é provocado pelo ácido que vem do estômago causando uma sensação de ardência no peito e na garganta De acordo com Nemours um dos sintomas do GERD refluxo gastroesofágico é o mau hálito Ele também pode causar desmineralização dentária pelo fato de o ácido proveniente do estômago ir para boca e enfraquecer os dentes O dano causado à garganta e às estruturas bucais também pode fazer com que bactérias cresçam na boca Pacientes com GERD terão outros sintomas também portanto é necessário um tratamento paralelo ao tratamento dentário Para aqueles que suspeitam ter um GERD é necessário procurar a ajuda de um médico para avaliar o problema de refluxo Com tratamento adequado você normalmente pode acabar com o mau hálito É mesmo tão ruim assim Muitas pessoas pensam ter mau hálito mas na verdade não têm Embora um teste para detectar a presença de enxofre possa ser feito normalmente os dentistas avaliam a situação com base no odor local Se houver mau hálito verifique se há cárie ou doenças periodontais O tratamento desses problemas geralmente acaba com o mau hálito Em caso de mau hálito sem cárie ou gengivite o problema poderá estar associado com a população de bactérias na língua Nesse caso é importante escovar a língua com a escova Colgate 360 que possui limpador para língua na parte de trás das cerdas da escova Considere o uso do enxaguante bucal Colgate Plax que ajuda a prevenir as bactérias durante o dia Depois da cárie e das doenças periodontais a terceira razão mais comum na procura por dentistas é o mau hálito Se você acha que tem mau hálito procure um dentista Se você estiver com problemas gastrointestinais como dor e azia um exame médico também se faz necessário Você não precisa viver com mau hálito por causa de problemas no estômago Saiba mais sobre as causas do mau hálito no Centro de Informações de Saúde Bucal Colgate Sobre o autor James Burke Fine Médico Odontológico é Decano Assistente de Programas de Pós doutorado Professor de Odontologia Clínica e Diretor da Pós graduação de Periodontia da Columbia University College of Dental Medicine em

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/gastrointestinal-disorders/article/sw-281474979314138 (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Seu filho precisa de um mantenedor de espaço?
    de mantenedores de espaço para crianças os removíveis e os fixos Removíveis são semelhantes aos aparelhos ortodônticos e geralmente feitos em acrílico Em alguns casos pode se usar um dente artificial para manter o espaço aberto para o dente permanente que vai nascer Fixos dividem se em quatro grupos diferentes banda e alça unilateral coroa e alça guia de erupção distal distal shoe e lingual arco de Nance Mantenedor de espaço removível Mantenedor de espaço removível Os mantenedores de espaço do tipo banda e alça unilateral e coroa e alça crown and loop são colocados em um lado da boca para manter o espaço para um dente O aparelho do tip o banda e alça é preso em volta do dente vizinho e possui uma alça que mantém o espaço aberto Esquerda Mantenedor de espaço tipo banda alça Direita Mantenedor de espaço tipo coroa alça para o dente sucessor O aparelho do tipo coroa e alça é na verdade uma coroa que cobre o dente vizinho e que possui uma alça que mantém o espaço aberto para o dente que vai nascer Mantenedor de espaço com apoio O guia de erupção distal distal shoe é geralmente usado para manter o espaço do primeiro molar permanente Trata se de um mantenedor de espaço mais complicado porque a extremidade do metal é normalmente inserida na linha da gengiva para evitar que o espaço se feche O dentista precisa monitorar a erupção do molar permanente para garantir que ele se desenvolva de maneira apropriada com este mantenedor de espaço O mantenedor de espaço lingual arco de Nance é geralmente bilateral e pode ser cimentado nos molares e conectado com um arco na parte posterior dos dentes frontais inferiores É usado em geral quando há falta de mais de um dente Contenção lingual Uso do mantenedor de espaço Depois que o dentista ou ortodontista constrói e aplica o mantenedor de espaço quer ele seja removível ou fixo são necessários alguns dias para que a criança se acostume a usá lo O dentista deve dar aos pais e à criança instruções sobre como manter o aparelho limpo e em ordem de forma que o tecido gengival permaneça saudável e livre da placa bacteriana Para a manutenção de uma boa higiene a criança deve ser ensinada a escovar os dentes e usar fio dental Se o mantenedor de espaço for fixo é importante evitar a ingestão de alimentos açucarados goma de mascar ou doces que possam prender se ao aparelho ou fazer com que ele se solte Além disso o mantenedor de espaço não deve ser pressionado com a língua ou dedos para evitar sua deformação A criança deve ir ao dentista ou ortodontista regularmente para que este possa monitorar o progresso do tratamento e fazer a limpeza semestral dos dentes Copyright Colgate Palmolive Company Conteúdos Relacionados Crianças 57 Paternidade 37 Mantenedores de Espaço Móveis 3 Ortodontia 17 Higiene Oral 126 ARTIGOS RELACIONADOS SAÚDE BUCAL DAS CRIANÇAS Visão geral Tome bastante cuidado com os dentes de

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/life-stages/childrens-oral-care/article/why-your-child-may-need-a-space-maintainer (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Doença periodontal e doença cardiovascular
    dos fatores de risco como uma alimentação saudável e o não tabagismo é fundamental Exemplo de periodontite Pesquisas recentes indicam que a periodontite pode estar associada ao desenvolvimento de doença cardiovascular Uma explicação para essa associação é que as proteínas inflamatórias e as bactérias presentes no tecido periodontal penetram na corrente sanguínea causando diversos efeitos no sistema cardiovascular Um estudo recente 1 examinou a relação entre a presença de bactérias que sabidamente causam periodontite e o espessamento da parede dos vasos sanguíneos comumente observado em doenças cardíacas Depois de um exame de mais de 650 participantes os pesquisadores concluíram que o aumento do nível de espessamento da parede dos vasos sanguíneos estava associado à presença das mesmas bactérias conhecidas como causadoras da periodontite Vários aspectos de seu estado de saúde devem ser considerados no momento da avaliação da situação do seu periodonto e da elaboração de planos para um tratamento abrangente No caso de portadores de doença cardiovascular e pessoas com risco de desenvolver essa doença os fatores críticos a serem considerados são a gravidade e duração da doença a presença de outras enfermidades como o diabetes que afetam a doença cardiovascular e de fatores de risco em relação às doenças periodontais Seu dentista pode comunicar se com seu médico para determinar o nível de cuidados o tratamento e seu bem estar geral A redução da presença de bactérias e a eliminação do biofilme tanto abaixo como acima da linha da gengiva são partes importantes da saúde bucal e sistêmica Essa redução e eliminação podem ser feitas com a tradicional raspagem e nivelamento de raízes complementando os cuidados tomados em casa As instruções sobre a higiene bucal são parte importante do tratamento de todos os pacientes particularmente os de alto risco como os portadores de doença cardiovascular O tratamento deve

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/heart-disease/article/periodontal-disease-and-cardiovascular-disease (2015-12-27)
    Open archived version from archive

  • Como saúde dentária e doença cardíaca estão conectadas
    que esses dois fatores estão relacionados A saúde bucal e a doença cardíaca estão conectadas pela disseminação de bactérias e outros germes a partir de sua boca para outras partes do seu corpo através da corrente sanguínea Quando essas bactérias alcançam o coração elas se aderem a qualquer área lesionada e causam inflamação Isto pode resultar em doença como a endocardite uma infecção do revestimento interno do coração Outros problemas cardiovasculares como a aterosclerose artérias entupidas e AVC Acidente Vascular Cerebral também estão ligados a inflamações provocadas por bactérias bucais de acordo com o American Heart Association associação cardíaca dos Estados Unidos Quem corre risco Pacientes com problemas crônicos como gengivite ou doença periodontal avançada têm maior risco de desenvolver doença cardíaca causada por saúde bucal precária principalmente se ela não for diagnosticada e não for tratada As bactérias associadas com a periodontite estão na boca e podem entrar na corrente sanguínea onde se fixam aos vasos sanguíneos e aumentam o risco de doença cardiovascular Mesmo que você não tenha inflamação aparente na gengiva a higiene bucal inadequada e a placa acumulada podem resultar em doença periodontal A bactéria também pode migrar para a corrente sanguínea aumentando o nível de proteína C reativa que é indicadora de inflamação dos vasos sanguíneos Isto pode aumentar o risco de doença cardíaca e AVC Sintomas e sinais de advertência De acordo com a American Association of Periodontology AAP Associação Americana de Periodontologia você pode ter doença periodontal mesmo em seus estágios iniciais se Sua gengiva está vermelhas inchadas ou doloridas ao toque Sua gengiva sangra quando você come escova ou usa o fio dental Você vir pus ou outros sinais de infecção em volta da gengiva e dos dentes Sua gengiva parecer estar se afastando dos dentes Você tiver mau hálito frequentemente ou

    Original URL path: http://www.colgate.com.br/pt/br/oc/oral-health/conditions/heart-disease/article/sw-281474979357030 (2015-12-27)
    Open archived version from archive